O Xbox Series S é mais fraco que o Xbox One X?

0
5438

Senta ai que vamos te explicar!

Após a Microsoft oficializar o Xbox Series S, diversos canais, portais, blogs, personalidades e afins, começaram a comparar o novo console ao Xbox One X. Mas será que essa comparação é justa? Será que o Xbox Series S é melhor que o One X ou o One X dá um banho no Series S? Essa é a pergunta que vamos responder hoje.

Se você é um dos muitos, que se perguntam se o Series S é realmente mais poderoso do que o Xbox One X de 2017, a resposta além do “sim ou não”.

Em números o Xbox One X pode parecer um sistema mais poderoso, com mais RAM e uma GPU mais robusta, afinal o Xbox One X foi projetado para ser o console mais poderoso do mundo quando foi lançado.

Se pararmos para recapitular, o objetivo do console era entregar jogos no verdadeiro 4K utilizando aprimoramentos vinculados à GPU. Neste caso jogos como The Outer Worlds, Gears 5, Wasteland 3 e vários outros são muito bem executados em uma resolução 4K no Xbox One X, com aprimoramentos e outras melhorias, porém eles rodam a 30 quadros por segundo (FPS), que é uma limitação comumente associada à CPU mais fraca no Xbox One X.

Por outro lado, no Xbox Series S, a Microsoft utilizou uma CPU muito mais poderosa e moderna, construída sobre a mais nova arquitetura de processadores da AMD. Jogos que favorecem o desempenho da CPU, como Forza Horizon 4 e Destiny 2, terão suas taxas de quadros aumentadas de 30fps para 60fps no Xbox Series S, mesmo sendo um sistema mais simples do que o utilizado no Xbox One X. O Xbox Series S foi projetado para ser uma opção acessível para um mercado específico de jogadores que talvez não tenham uma TV 4K, mas desejam obter taxas de quadros de última geração e outros recursos.

Portando, não devemos comparar consoles apenas por teraflops, pois o Xbox Series S é um exemplo claro de que uma boa combinação da arquitetura RDNA2 fornece melhores retornos do que a arquitetura GCN utilizada no Xbox One X. Em tese a combinação utilizada de CPU e GPU torna o Series S mais potente no seu segmento da nova geração.

Ainda não está satisfeito? Então pra selar o discurso, é só observar a GPU do Xbox Series S, combinada com uma CPU mais poderosa, temos melhores visuais e efeitos de última geração, como o ray tracing por exemplo. Apesar de rodar em uma resolução mais baixa, os jogos devem serão mais dinâmicos no Xbox Series S.

Outra peça importante na resposta da nossa pergunta inicial é o armazenamento SSD NVME de 512GB que traz o Xbox Velocity Architecture com uma velocidade amplamente melhorada em relação aos HDDs mecânicos usados ​​no One X e seu bloco de descompressão avançado, que pode reduzir a carga em outros componentes do sistema para aumentar a eficiência geral. O SSD no Xbox Series S é até 40 vezes mais rápido que o Xbox One X.

Quando colocado a prova, o console se saiu muito bem carregando jogos como The Outer Worlds , que em menos menos de 12 segundos já estava pronto para ser iniciado. Esse é um salto significativo quando comparado a outros consoles da linha ONE, e olha que o jogo nem foi otimizado para o Xbox Series S, 12 segundos sem otimização, imagine com otimização.

O Xbox Series S é um sistema muito mais equilibrado no geral, projetado para um segmento específico de gamers no mercado que ainda não tenham televisores ou monitores que reproduzam todo potêncial do console, ou aqueles que ainda não querem ou tenham interesse de pagar mais por isso.

Dito isso é válido dizer que o Xbox Series S vem para substituir o Xbox One S e o Xbox Series X vem substituir o Xbox One X. Não é sobre ser melhor ou pior, mas sim sobre qual se encaixa melhor no seu bolso e estilo de jogo. Que tal entrar para a nova geração sem pagar muito por isso? O Xbox Series S é perfeito!

Você pode nos seguir no YouTubeTwitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro de todas as novidades sobre Xbox e muito mais.