back to top

System Schock (2024) – A opinião da Central!

A Central Xbox possui parceiros, que ajudam a manter nosso canal em funcionamento. Se você comprar algum produto ou serviço de algum link dentro do nosso site, nós podemos ganhar uma comissão.

Com o System Shock original completando trinta anos este ano, o remake finalmente chegou ao Xbox. Lançado no PC no ano passado, a impressionante tentativa do Nightdive Studios de replicar o que tornou o especial original para um novo público foi bem recebida pela maioria das pessoas . Nada é realmente diferente no console, mas permite que jogadores que não têm PC experimentem um remake excepcional que acerta quase tudo. Não é perfeito e algumas partes da jogabilidade podem desanimar algumas pessoas, mas é envolvente e exploratório de maneiras que você não vê hoje em dia.

System Shock coloca os jogadores a bordo da Estação Espacial Citadel, que por acaso foi assumida por uma IA desonesta chamada SHODAN – ela também transformou todos os habitantes em monstros cibernéticos, então há isso para lidar também. Pior ainda, SHODAN definiu o rumo da Cidadela para a Terra, com o objetivo de dominar o planeta e colocar toda a humanidade sob seu comando. Cabe a você detê-la explorando a Cidadela, resolvendo alguns quebra-cabeças e, claro, derrotando qualquer vilão cruel que tente detê-lo. Seu tema de ficção científica é misterioso e sinistro, e com SHODAN um inimigo imprevisível que lança muitas surpresas no caminho do jogador, é difícil não se ver totalmente investido em sua situação para derrubá-lo.

Dado que System Shock é um remake de um título de trinta anos atrás, você pode esperar um design old school, que fica aparente ao explorar a Cidadela. Acredite, você DEFINITIVAMENTE vai se perder e ter momentos em que não terá a menor ideia do que precisa fazer a seguir, mas esse também foi o caso do jogo original. Eu estaria mentindo se dissesse que não fiquei nem um pouco frustrado quando fiquei completamente perplexo, mas, ao mesmo tempo, foi incrivelmente satisfatório quando finalmente encontrei o que procurava e consegui fazer aquela parte. A Cidadela tem um design quase labiríntico, mas quanto mais você joga, mais você se acostuma com seu layout e mais você começará a descobrir o que o jogo espera de você ao descobri-la.

Também há muitos quebra-cabeças a serem resolvidos ao longo do caminho, alguns dos quais exigirão que você vasculhe cuidadosamente o ambiente em busca de pistas e outros com design mais convencional. Novamente, estes são muito antigos, com jogadores encarregados de reorganizar tubos para completar caixas de junção ou coletar códigos para abrir portas. O System Shock realmente não faz muito para inovar no design de seus quebra-cabeças, mas com cada um se mostrando satisfatório para resolver, também não era necessário.

A verdadeira estrela do jogo ainda é a história e a atmosfera. SHODAN continua sendo um dos melhores vilões dos jogos e suas críticas frias e tom de repreensão são perfeitamente recriados aqui. A narrativa é montada por meio dos audiologs mencionados acima e exige que você vasculhe cada nível para encontrar todos os detalhes. Embora isso seja decididamente antiquado, ele se encaixa perfeitamente na ideia de ser um hacker intrusivo no sistema.

A jogabilidade momento a momento é uma mistura de combate, exploração e quebra-cabeças, com todos os três tendo níveis de dificuldade individuais para personalizar sua experiência. Eles só podem ser ajustados no início do jogo, então você terá que reiniciar se ficar sobrecarregado no meio do jogo, e descobri que mesmo nas dificuldades mais fáceis e com os recursos limitados que você pode encontrar, o jogo ainda é muito desafiante.

Por outro lado, o combate fora do ciberespaço é simplesmente… bom. Mais uma vez, System Shock segue a abordagem tradicional do lançamento original, mas faz com que tudo pareça um pouco desatualizado e comum quando comparado aos títulos modernos. Não me interpretem mal, você terá uma grande variedade de armas e os inimigos que você enfrenta parecem maravilhosos (daquele jeito grotesco de monstro cibernético), mas os tiroteios nunca tiveram muito impacto e ficaram um pouco repetitivos quanto mais tempo Joguei. Se houvesse um pouco mais de estratégia envolvida (como se proteger ou tentar atrair inimigos para armadilhas), poderia ter sido um pouco mais interessante, mas na maior parte, parecia um pouco simples e desatualizado – especialmente porque títulos semelhantes como Bioshock ofereceram muito mais inovação em seus encontros com o inimigo.

Por mais que eu tenha gostado de revisitar Citadel e parar o SHODAN, houve alguns aborrecimentos e pequenos problemas no meu tempo com o jogo que podem ser obstáculos para jogadores mais familiarizados com o design de jogos modernos. O mapa do jogo não parece responder adequadamente – não há marcação automática de elevadores, pontos de recarga (ou checkpoints), etc., e os marcadores manuais aparentemente quebrados – e o jogo precisa urgentemente de um diário ou rastreador de objetivo, cuja falta apenas leva a cansativo retrocedendo porque você perdeu aquele registro de áudio com a dica que você precisa.

Da mesma forma, é muito fácil ficar preso por não ter a atualização de equipamento necessária – a seção Beta Grove é impossível sem um traje de risco biológico de nível mais alto do que o jogo sugere. Este pacote também é desativado se você recarregar, então você terá que mexer rapidamente nos menus para evitar morrer repetidamente. Na maior parte do jogo, você reaparece se encontrar a sala médica apropriada em cada nível, mas os Groves provocam uma cena de morte impossível de ignorar de 60 segundos que testou minha paciência. Estou feliz por ter perseverado para terminar o jogo, mas conforme o terço final desce para um combate FPS mais padrão, ele destaca tiroteios um tanto desajeitados. O combate carece de peso ou impacto, então muitas vezes você não consegue saber se está causando dano ou desperdiçando munição.

System Shock é um remake impressionante de um clássico, mas não há dúvidas de que seu design tradicional não será para todos. Houve muitas ocasiões em que fiquei completamente perplexo ao explorar a Cidadela e, embora isso tornasse cada sucesso ainda mais satisfatório, também poderia ser frustrante não saber o que fazer. O combate também pode ser um pouco comum, parecendo um pouco desatualizado quando comparado a títulos semelhantes.

Apesar disso, ainda me diverti com o jogo. Adorei ver o progresso da história, descobrir mais do mundo maravilhoso e abordar as seções do ciberespaço, deixando claro que a Nightdive Studios colocou muito esforço e cuidado para fazer um remake que parecesse autêntico e que capturasse a vibração do jogo original. Às vezes, pode parecer um pouco antiquado demais, especialmente porque outros remakes recentes fizeram muito mais para se apoiar em inovações modernas para refinar a experiência para jogadores mais novos.

Só na Very Hard Games você compra Game Pass Ultimate, Live Gold e Cartões Presente com os melhores preços do Brasil. Além disso, você pode adquirir os jogos lançamentos em até 3x sem juros no cartão com a garantia e segurança que só a VHG proporciona para você.

Gui Marques
Gui Marqueshttps://centralxbox.com.br
Redator, apaixonado por filmes de terror, HQs e música ruim. Jogador e defensor do Xbox nas horas vagas.
218,212FãsCurtir
36,982SeguidoresSeguir
8,689SeguidoresSeguir
85,700InscritosInscrever

LEIA MAIS

My Time at Sandrock já chegou no Game Pass!

Novo RPG de ação e aventura acabou de chegar no Xbox Game Pass

Conforme revelado ontem (18), o My Time at Sandrock acabou de chegar no Game Pass, serviço de jogos por assinatura do Xbox. Confira os detalhes do...
Parece que a versão de Xbox One do Star Wars Jedi Survivor pode estar cada vez mais próxima!

Versão de Xbox One do Star Wars Jedi Survivor pode ser lançada em breve

Parece que a aguardada versão de Xbox One do Star Wars Jedi Survivor pode estar cada vez mais perto de ser lançada. Lançado originalmente no...
Insurgency: Sandstorm ganhou uma nova atualização!

Insurgency: Sandstorm, do Game Pass, ganhou uma grande atualização

Através do seu canal oficial no YouTube, a publicadora Focus Entertainment revelou o trailer da mais nova grande atualização do Insurgency: Sandstorm. Segundo compartilhado pela...
A nova campanha publicitária do Xbox destaca o Elden Ring e sua DLC!

DLC de Elden Ring é destaque em nova campanha do Xbox

Através do seu perfil oficial no X, o Xbox revelou a sua mais nova campanha publicitária destacando a DLC do Elden Ring, a Shadow of...
Confira a data de lançamento do novo exclusivo do Xbox!

Novo jogo exclusivo do Xbox ganha data de lançamento

Através do seu canal oficial no YouTube, a publicadora 11 bit Studios revelou a data de lançamento do Creatures of Ava, novo exclusivo do...
Game Pass recebeu novas vantagens!

Novas vantagens chegaram no Xbox Game Pass – 19 de junho

A Microsoft revelou as novas vantagens (perks) do Xbox Game Pass para junho. As novas vantagens incluem pacote no Monster Hunter Now, assinatura premium...
Throne and Liberty, novo jogo gratuito, ganhou sua data de lançamento no Xbox!

Throne and Liberty, novo jogo gratuito, ganha data de lançamento no Xbox Series X|S

Através do seu canal oficial no YouTube, a Amazon Games revelou a data de lançamento do mais novo jogo gratuito no Xbox Series X|S,...
São os últimos dias para aproveitar a promoção na loja do Xbox 360!

Últimos dias: Xbox está fazendo uma grande promoção de encerramento da loja do Xbox...

Através do seu site oficial, o Xbox confirmou que está fazendo uma última grande promoção no Marketplace, a loja oficial do Xbox 360. Segundo compartilhado...