Você quer brincar na neve? NHL 22

Desenvolvido pela e publicado pela EA, NHL 22 nos traz pouca evolução mas ainda é divertido. O nosso time pegou os patins fez uma grande análise e o resultado dessa experiência você confere agora.

NHL 22 | Central Xbox

Jogabilidade NHL 22

No quesito jogabilidade NHL 22 teve pouca evolução, o que apresenta um contexto mais interessante é o fato de também ter os X-Factor, ele funciona exatamente como vemos em Madden e funciona como um tipo de habilidade especial dos jogadores, cada grande jogador tem um boost em determinada habilidade que ele domina.

Além disso não tivemos nada assim de muito impactante, o jogo continua com a mesma cara do NHL 21, em alguns momentos não dá nem pra notar uma real diferença, as mecânicas são exatamente iguais, o que muda um pouco é a fluidez da movimentação mas nada que faça realmente a pessoas comprar um novo jogo da franquia, a não ser que seja muito fã do esporte.

Apesar de poucas novidades o jogo ainda continua simples e divertido de ser jogado, sem contar que os ”hits” são muito impactantes, não é muito complicado jogar principalmente pelo fato do jogo te oferecer uma grande variação de controles e isso faz qualquer pessoas se adaptar.

O modo Be a Pro teve algumas novidades bem parecidas com o que já temos em Madden só que ficou ainda mais chato e irrelevante, toda hora no meio da partida o treinador vem te dar uma instrução e seu jogador tem que responder, e em algumas ocasiões isso influencia na química com equipe na confiança do técnico, mas isso é muito chato, isso não acrescenta em nada no jogo, é apenas para inflar de coisas.

O modo Franchise também teve algumas alterações que te colocam ainda mais na pele de um manager e isso ficou interessante, nele vemos coisas que poderíamos ter no FIFA, como gerenciar tamanho do estádio, do estacionamento, patrocínios, tudo isso deixa a gameplay mais fiel.

De um modo geral tanto em gameplay quanto em modos de jogo tivemos poucas novidades e nada de muito impactante, está na hora da EA tentar uma maneira de inovar e conseguir apresentar algo que atraia novos jogadores, porque o esporte já é bem nichado e se não tiver nada de muito atrativo fica estagnado.

NHL 22 | Central Xbox

Gráfico e Som

Por algumas imagens parecia que o jogo iria evoluir graficamente, mas na realidade não foi bem isso que aconteceu, a evolução mesmo que teve foi apenas nas faces dos jogadores que agora estão bem mais reais, o restante que vemos em uma partida de hóquei continua praticamente igual do jogo anterior, difícil até notar uma diferença, claro que como ele mudou de engine ainda estão se adaptando mas poderiam ter entregado algo muito melhor.

A parte sonora continua ok mas nada de muito impactante, temos uma presença não tao notória da torcida e o clima dos ginásios fica bem morno, sem toda aquelas apresentações mirabolantes que costumam deixar a coisa mais envolvente.

NHL 22 | Central Xbox

Multiplayer

Temos aqueles modos já clássicos dos jogos de esporte da EA, nada de muito diferente do que vemos em FIFA e MADDEN, até mesmo com as infinitas microtransações presente no Ultimate Team, isso já virou um padrão nos jogos de esporte, mas continua sendo feito de uma maneira predatória e não muito pró-consumidor.

Conclusão

NHL 22 é uma versão com poucas novidades, mesmo na nova geração não dá para notar uma grande diferença, o jogo colocou algumas ferramentas no Be a Pro, no Franchise mas nada que mostre uma grande evolução, o UT lotado de micro-transações é basicamente um NHL 21 2.0.

Pontos Positivos
  • Os hits são impactantes;
  • Gameplay simples e divertida.
Pontos Negativos
  • Muitas micro-transações;
  • Gráficos bem básicos.

NHL 22 já está disponível na Microsoft Store por R$339,00 para Xbox Series S/X e por  R$299,00 para Xbox One.

Essa análise foi feita em um console Xbox Series S/X.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes da família Xbox. Se quiser, pode ver outras análises feitas pelo nosso time clicando aqui.