Aquele clássico de respeito!

Desenvolvido e publicado pela Blizzard Entertainment, Diablo II: Resurrected nos traz aquela nostalgia e ótimas melhorias. O nosso time entrou no mundo da fantasia fez uma grande análise e o resultado dessa experiência você confere agora.

Diablo II: Resurrected

Jogabilidade e História

Na história não tivemos nenhuma alteração, o jogo manteve exatamente o mesmo enredo da versão original, onde você tem que conter as forças do mal que ameaçam destruir as terras do Santuário e para isso tem que ir se equipando com os melhores itens e fazendo novos aliados.

Diablo II: Resurrected é uma versão remasterizada do clássico RPG, ele conseguiu adicionar novas melhorias mas manteve em sua maior parte o que deixou o jogo tão popular, com certeza ele vai agradar os fãs mas também vai conseguir atrair novos adeptos do gênero.

Os desenvolvedores tentaram ao máximo manter as mesmas mecânicas do lançado originalmente, realmente deixa aquela impressão de jogar o antigo mas com visuais bem aprimorados.

Ele é um daqueles RPG’s clássicos onde você vai matando inimigos, coletando ouro, novo equipamentos e usando isso para evoluir seu personagem, conforme evolui seus desafios também vão ficando mais complicados e isso exigirá ainda mais suas habilidades.

Aproveitando essa evolução o jogo ainda conta com coleta automática de ouro, mais opções de acessibilidade, roda de emotes para usar no online, e várias outra novidades

Diablo II: Resurrected

Gráfico e Som

Sem dúvida o jogo teve uma grande evolução gráfica na gameplay, sem contar que as cutscenes ficaram bem bonitas, os desenvolvedores tiverem muito cuidado para apresentar um ótimo trabalho mas sem perder a fidelidade ao antigo.

A dublagem na nossa língua está presente no jogo, uma ótima adição para aquela galera que não fala inglês ou para quem é novo na franquia Diablo.

A trilha sonora mantém a linha da original e continua épica, com aquele estilo clássico, apesar de bem orquestrada ela conta com alguns bugs bem estranhos que acabam deixando algumas situações bem esquisitas.

Multiplayer

O multiplayer segue aquela linha clássica onde podemos juntar com amigos ou jogadores desconhecidos para tentar completar as missões.

Diablo II: Resurrected

O grande problema aqui é que acabamos encontrando dificuldade em jogar com outra pessoas, não sabemos se é por causa de um pareamento ruim ou se porque não tem tanta gente jogando.

Quando conseguimos jogar com outras pessoas a diversão é garantida, esse é um jogo que pede para ser jogado com os amigos.

Conclusão

Diablo II: Resurrected é uma remasterização digna da franquia, o jogo conta com melhorias na jogabilidade, nos gráficos mas sem perder aquela identidade que popularizou o jogo, ele ainda conta com uma ótima trilha e cutscenes bem bonitas.

Pontos Positivos
  • Manteve a identidade;
  • Melhorias gráficas;
  • Dublagem PT-BR.
Pontos Negativos
  • Matchmaking do online;
  • Trilha com alguns bugs.

Diablo II: Resurrected já está disponível na Microsoft Store por R$199,00.

Essa análise foi feita em um console Xbox Series S/X.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes da família Xbox. Se quiser, pode ver outras análises feitas pelo nosso time clicando aqui.