Um novo ano… a mesma experiência!

Desenvolvido e publicado pela EA, Madden NFL 22 nos traz mais um ano com poucas novidades. O nosso time entrou para o Dallas Cowboys fez uma grande análise e o resultado dessa experiência você confere agora.

Madden NFL 22

Jogabilidade

Se já é complicado trazer novidades para um jogo de futebol imagina para um de futebol americano onde você tem uma quantidade bem menor de clubes e possibilidades para tornar atrativo, aí você junta isso com o comodismo, é basicamente o que temos em Madden NFL 22.

O jogo está tão parecido com o anterior que não é só gameplay, até os bugs continuam os mesmos, é cada jogada estranha que acaba acontecendo, muitas vezes a IA peca demais tanto na defesa quanto no ataque.

Acontece uma variedade enorme de jogadas esquisitas que os jogadores parece que estão perdidos em campo, sem contar que os contatos físicos não passam um impacto de uma partida real de futebol americano.

Como futebol americano já é um esporte bem complexo é bem difícil conseguir atrair novos jogadores, se você não consegue agradar nem os fãs da franquias, como que vai conseguir atrair pessoas novas.

Sem contar que ficam colocando aquelas faltas como pass interference, holding só para falar que o jogo tem um certo toque de simulação, mas é uma completamente forçada para parecer uma partida real.

Uma gameplay que parece realmente um xerox de Madden 21 com um ou outro elemento que pareça diferente, mas nada muito perceptível.

Madden NFL 22

Gráfico e Som

Sinceramente graficamente o jogo evoluiu muito pouco e a diferença de uma geração para outra é basicamente irrelevante, a não ser por algumas novidades nas animações.

A maioria dos jogadores tem suas faces reais mas em muitos momentos eles tem expressões faciais meio esquisitas, principalmente quando estão em uma espécie de cutscene no face the franchise. Se colocarmos a versão do ano passado lado a lado com esse, dificilmente saberíamos qual é qual, isso é péssimo para uma franquia tão tradicional.

Mas, uma coisa que realmente melhorou foi a atmosfera do estádio, você sente realmente o peso da torcida vibrando, empurrando e vaiando seus adversários.

Madden NFL 22

Multiplayer

O multiplayer continua aquela mesma coisa, foco no ultimate team e seu farm de pacotes, aquela tradicional receita que sempre funciona, é  muito difícil ter um grande time sem se dedicar apenas ao jogo ou gastando uns belos reais.

Os outros modos online continuam exatamente a mesma coisa, o modo The Yard que parecia ser um diferencial desde o ano passado, acabou que não vingou, mesmo porque ele também é cheio de micro-transações, a boa novidade é o fato dele agora ter uma campanha single player, justamente pra quem não quer ficar no online.

Os servidores também são bem instáveis, principalmente em modos offline, direto rola desconexão dos servidores e se você tiver no meio de uma partida eles te jogam para a tela inicial novamente.

Conclusão

Madden NFL 22 vem para mais um ano sem grandes adições e com certeza vai decepcionar os fãs da franquia, gráficos não mudaram praticamente nada, o que melhorou foi a atmosfera, ainda temos os mesmos modos sem nenhuma novidade e o face the franchise continua genérico como sempre, a gameplay também não tem muita diferença, se falar que é o Madden 21 passa batido.

Pontos Positivos
  • Atmosfera do estádio;
  • The Yard ganhou uma campanha single player.
Pontos Negativos
  • Modos de jogo sem novidades;
  • Gráficos sem melhorias;
  • Recheado de micro-transações.

Madden NFL 22 já está disponível na Microsoft Store por R$ 299,00 no Xbox One e por R$ 339,00 no Xbox Series S/X.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes da família Xbox. Se quiser, pode ver outras análises feitas pelo nosso time clicando aqui.