Pega essa Análise! Resident Evil Village

0
135

Um passo importante para o futuro da franquia

Village se passa três anos após RE7, com EthanMia e Rose, a filhinha do casal, morando na Europa. A família está seguindo todas as ordens que Chris Redfield impôs para a segurança deles e tentam seguir uma vida normal, mesmo após os acontecimentos do último game. Resident Evil Village

Em um determinado momento, Mia é assassinada pela equipe de Chris Redfield que tem como missão principal tirar Ethan e Rose dali, mas não nos explica o motivo. No caminho para o local secreto o comboio sofre um acidente e Ethan acorda sozinho no meio de uma floresta.

Resident Evil Village

O corpo de Mia sumiu, Rose está desaparecida e Ethan está agora, no meio de uma Vila, tentando encontrar sua filha e uma explicação para o que aconteceu. O objetivo aqui é simples, procurar pistas sobre o paradeiro de Rose e entender o que diabos está acontecendo e o motivo de estar acontecendo de novo.

O final, cujo qual não quero dar spoilers aqui, mostra o caminho que a Capcom vai seguir com os futuros jogos da série e aparenta ser um futuro brilhante.

Resident Evil Village

A História de Resident Evil Village apresenta uma evolução narrativa muito satisfatória se comparado ao game anterior da série. Reviravoltas, surpresas e doses certas de emoção, medo e drama compõem uma campanha sólida e envolvente, que de início pode parecer não trazer muito do DNA da franquia, mas que ao se desenvolver mostra-se muito mais enraizada nas origens da franquia do que tudo.

Gameplay refinada Resident Evil Village

A jogabilidade continua na mesma linha de RE7, mas dessa vez Ethan está mais esperto e ágil. Ainda é a clássica fórmula de Resident Evil, então não espere muitas mudanças no que já deu certo, eles apenas refinaram o que já era bom.

Durante sua gameplay, você vai poder contar com diversas armas para dar cabo de seus inimigos; desde facas até um lança-granadas. O jogo está menos punitivo para jogadores que gostam de gastar bastante balas já que encontrar os itens para construir munições, ou até mesmo encontrar munições pelo mundo do jogo está mais fácil.

Resident Evil Village

E aqui fica um dos grandes trunfos de Village, o foco na gameplay intensa e com mais ação. Não existe muito mais daquele pique-esconde do game anterior que incomodava alguns. É mais de Resident Evil 4 e 2 do que RE7.

De tirar o fôlego Resident Evil Village

Nós analisamos o game em um Xbox Series S e Resident Evil Village impressiona pela qualidade gráfica apresentada. Sem dúvida, um dos games mais bonitos que foram lançados para a nova geração até agora.

A ambientação é perfeita, todos os detalhes da Villa, Castelo e outras áreas exploráveis do jogo são de tirar o fôlego. Sem dúvida alguma um trabalho magnífico que merece e muito a sua apreciação.

Quanto a trilha sonora, eu nem preciso dizer né? Excelente em todos os aspectos. Os efeitos sonoros são bons, nada de muito impressionante, mas quando se juntam a uma trilha sonora e PELA PRIMEIRA VEZ, uma dublagem em PT-BR, que está sensacional, o game consegue entregar o esperado.

Como já citamos aqui, o game está menos punitivo e trás mais munições e itens que possibilitam criar cura espalhados pelo mapa. Lembrando que jogamos e zeramos a campanha no modo padrão o que nos levou pouco mais de 6 horas jogando, mas se você quiser explorar tudo que o mundo do jogo oferece, como puzzles e explorar todas as áreas que são opcionais, você pode ter fácil, uma campanha de 9 ou 10 horas.

Além dos itens espalhados pelo mundo, você também pode comprar e vender tesouros encontrados pelo mundo para o Duque, um dos personagens mais misteriosos do game.

Duke

O Duque lhe oferece uma loja para comprar e vender itens, além de também vender atualizações para suas armas de fogo e ele também pode preparar comidas especiais que vão aumentar seus atributos como vida ou velocidade.

Essas comidas ou sopas especiais são preparadas quando você trás carne de certos animais que estão pelo mundo e podem ser ” caçados ”. Uma mecânica simples porém interessante, faz com que você queira explorar áreas com uma atenção maior.

O clássico baú de itens está de fora desse game, mas o Duque vende um aprimoramento de inventário para seu personagem que deve fazer com que você tenha muito espaço sobrando para pensar sobre o que levar para uma exploração.

Nem tudo são flores Resident Evil Village

Na minha opinião, Resident Evil Village peca em um alguns pontos simples, mas que fazem toda a diferença. Alguns personagens não são bem desenvolvidos e ficam abaixo da expectativa.

Bons exemplos são as filhas da Lady Dimitrescu que não tem muito desenvolvimento na história, parece que estão ali para ”encher linguiça” e fazer com que seu tempo dentro do castelo seja maior.

Tirando isso, o jogo é uma obra de arte que peca em aspectos simples e que é uma montanha russa de momentos que te deixam interessados no que está por vir e outros que quebram totalmente as expectativas, mas é ,sem dúvida alguma, um jogão que pavimenta o caminho para um próximo game que deve colocar fim na trilogia que começou em Resident Evil 7.

Resident Evil Village foi lançado em 07 de maio de 2021 e está disponível na Microsoft Store por R$249,00.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes da família Xbox. Se quiser, pode ver outras análises feitas pelo nosso time clicando aqui.