Pega essa Análise! It Takes Two

0
231

Colorido, divertido e obrigatório!S

Se você curte games cooperativos meu amigo, It Takes Two, da Hazelight Studios, mesma desenvolvedora de A Way Out, é o game que você estava procurando!

It Takes TwoO grande segredo de It Takes Two é a diversão que os desafios ao longo do jogo proporcionam. De forma inteligente e extremamente criativa, o jogo entrega aos jogadores uma diversidade de elementos incríveis para desenvolverem seu raciocínio, estimulando suas habilidades e capacidades cooperativas para ultrapassarem obstáculos.

História

Tudo em It Takes Two, apesar de ser muito bem equilibrado colorido e divertido, tem uma história mais “séria”. Tudo começa quando os pais da pequena Rose, Cody e May estão discutindo sobre seu divórcio. Ela então pega seu livro e seus dois bonecos e, em lágrimas pede ajuda ao livro. As lágrimas de Rose caem em seus bonequinhos que, magicamente assumem a personalidade de seus pais.

It Takes TwoO livro passa a se apresentar aos dois como Dr. Hakim, especialista em relacionamentos, e propõe ao casal uma série de desafios onde terão que aprender sobre respeito, parceria e cooperação, esquecendo suas implicâncias e divergências. Relacionamento complicado como o de muitos casais na realidade certo? Apesar da complexidade de tudo que envolve um divórcio, o jogo aborda o tema de forma muito sutil, o que faz o jogador realmente se interessar e se importar com o destino do casal e de sua pequena filha.

Mas não para por aí! Mais uma vez It Takes Two brilha de forma espetacular colocando o casal em situações de medo, incerteza, tristeza e felicidade. A forma como o game conduz o jogador a sentir essas emoções e se envolver nesse aspecto é incrível. Muitos vão sentir emoções muito parecidas as do dia a dia na vida real.

Jogabilidade

A jogabilidade de It Takes Two é incrível e os comandos são bem simples e os controles respondem de forma muito precisa. Cada um dos personagens tem suas próprias funções e o grande segredo é fazer essas habilidades únicas funcionarem em conjunto. O jogo foca nesse aspecto e faz com que os jogadores realmente trabalhem de forma cooperativa para superar os obstáculos. Algumas áreas só podem ser acessadas após um dos personagens resolver algum problema específico com sua habilidade única.

Esse aspecto faz com que o ritmo do jogo se alterne, o que não chega a ser um problema dependendo das habilidades do jogador, mas pode se tornar um se algum dos jogadores for um pouco inexperiente e demorar vários minutos para “abrir passagem” para o outro seguir adiante, uma vez que em alguns desafios, um jogador, após realizar seu papel deve aguardar o outro fazer a parte dele.

It Takes Two não é um jogo difícil, mas é desafiador na medida certa. O mais interessante é observar como cada personagem consegue, com suas habilidades únicas se equilibrarem. Nenhuma novidade se pensarmos que esse aspecto é fundamental em jogos com dinâmica cooperativa, mas o que chama a atenção é que, além de equilibrarem suas habilidades, o jogo faz isso, também de forma magistral, com a relação desse equilíbrio com os puzzles e desafios ao longo da jornada. Podemos perceber isso de forma muito clara, especialmente nas batalhas contra os “chefes” de cada área.

Eles atacam, mudam de posição e a forma de atacar e nossos pequenos heróis precisam adaptar suas habilidades em cada um desses momentos e isso acontece de forma natural e fluída. Em alguns poucos momentos algumas mecânicas são mais complicadas, especialmente para jogadores um pouco menos experientes, mas ainda assim o jogador consegue “se virar” tranquilamente com um pouco de paciência.

It Takes TwoOutro fator a se destacar aqui são desafios onde os jogadores devem se enfrentar em pequenas atividades ao longo do jogo. Essas atividades são opcionais mas muito divertidas e podem ser realizadas quantas vezes os jogadores quiserem. Não existe uma premiação para o vencedor é apenas uma oportunidade para se desafiarem e se divertirem competindo entre si.

O único detalhe onde It Takes Two perde alguns pontos é na câmera, que em alguns pontos atrapalha um pouco. Mas esse problema é tão pequeno que, além de não comprometer a experiência geral do jogador, só mencionei aqui pra não dizerem que o game não tem nada a ser destacado de forma negativa.

Gráfico e Som

It Takes Two é incrivelmente lúdico, colorido e divertido. Os gráficos do game são muito bonitos e destaco aqui a paleta de cores e as texturas. Os detalhes dos cenários são únicos e saltam aos olhos. A ambientação é absolutamente incrível e os cenários lindíssimos e ricos em detalhes.

Existem alguns aspectos dos cenários que os personagens interagem e, no geral, a física é muito boa. Efeitos de sombras, partículas e iluminação são muito bons. As músicas e efeitos sonoros também são um componente que devo destacar pois somam, de forma quase hipnótica, à proposta do jogo.

Conclusão

It Takes TwoIt Takes Two dá uma aula de como um jogo pode ter uma jogabilidade incrível e ser extremamente divertido. Amantes de games cooperativos definitivamente não podem deixar de jogar! Um game recomendado para quem quer aproveitar aquele momento com os familiares ou amigos, já que o game, só pode ser jogado em co-op local ou on-line.

Pontos Positivos
  • Jogabilidade;
  • Diversão;
  • Gráficos;
  • Controles.
Pontos Negativos
  • Câmera (em alguns poucos momentos pode incomodar)

It Takes Two foi lançado para a plataforma Xbox em 25 de Março de 2021 e está disponível na Microsoft Store por R$199,00 e para assinantes da EA Play por 179,10.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes da família Xbox. Se quiser, pode ver outras análises feitas pelo nosso time clicando aqui.