Pega essa Análise! Cloudpunk

0
143

Bora trabalhar nos Correios? Cloudpunk1

Desenvolvido pela ION LANDS e publicado pela Merge Games, Cloudpunk nos traz um mundo cyberpunk interessante e uma gameplay relaxante. O nosso time entrou nos Correios e fez uma grande análise e o resultado dessa experiência você confere agora.

História

A narrativa  te coloca na pele de Rania que largou a música e está no seu primeiro dia de trabalho na empresa de distribuição semi ilegal Cloudpunk.

Sem dúvida o enredo é o ponto mais forte do jogo, porque temos ótimas interações entre os personagens, sem contar que alguns como Rania e Camus são bem carismáticos. Cada personagem que Rania conversa tem sua própria história e muitas delas acabam se interligando.

Se você é daquelas pessoas que não curte muito um diálogo nos games, Cloudpunk provavelmente não vai te agradar, pois a parte mais legal é ficar atento aos detalhes que temos nas conversas durante a campanha.

O jogo não é tão longo, ele foi feito na medida certa para não se tornar maçante, a campanha tem uma duração aproximada de 8 horas.

Cloudpunk

Jogabilidade

A gameplay é relativamente simples, você tem que levar o pacote do ponto A para o ponto B e nesse meio tempo Rania vai descobrindo novas histórias.

De um modo grosseiro podemos dizer que esse é um simulador de Correios em um universo Cyberpunk. Ainda contamos com alguns puzzles bem simples só para tentar causar um pouco de desafio na gameplay.

Apesar da maior parte do tempo Rania fiar dentro do carro em vários momentos sua personagem consegue fazer uma exploração a pé, e nesse momento que temos as interações com outras pessoas. Rania ainda consegue fazer upgrades no carro de entregas, que com o tempo vai desbloqueando novos itens, sem contar que é necessário abastecer para que não acabar a gasolina.

Temos momentos que algumas sidequests vão aparecendo só para agregar e também para Rania conhecer novas histórias. Em determinadas missões você tem a opção de escolha se faz uma coisa ou outra, mas isso não parece afetar o futuro no decorrer na história.

O jogo volta e meia dá algumas engasgadas, principalmente quando você vai para uma outra área do mapa que necessita loading, quando o carro reaparece ele demora alguns segundos para pegar no tranco.

A câmera do jogo também é bem confusa e as vezes parece que você está empurrando um bloco de concreto para conseguir girar ela para outro ângulo.

Cloudpunk

Gráfico e Som

O gráfico do jogo tem um estilo bem colorido para reforçar ainda mais o universo cyberpunk, e apesar de tudo ser meio pixelado é feito com uma extrema qualidade.

O mundo em si tem vários detalhes como outdoors, lojas e a cidade consegue ser bem viva retratando todo esse cenário com vários npcs, perseguições policiais e atividades acontecendo.

Em alguns momentos temos umas quedas de frames, mas não é algo que ocorre com uma frequência absurda. A trilha sonora é simplesmente mágica e te coloca completamente dentro de um mundo cyberpunk, as músicas foram escolhidas a dedo.

A dublagem original do também ficou muito boa e cada personagem tem sua própria identidade. Outro ponto positivo é o fato de termos legenda PT-BR o que é ótimo já que o jogo tem um foco bem grande no enredo e no diálogo dos personagens.

Cloudpunk

Conclusão

Cloudpunk conta com uma gameplay simples e com um foco completamente no enredo, os personagens tem ótimas histórias e alguns tem um carisma incrível, isso ainda ganha uma grande contribuição de uma trilha sonora mágica e um universo cyberpunk muito bonito e colorido.

Pontos Positivos
  • Trilha sonora;
  • Enredo;
  • Universo cyberpunk.
Pontos Negativos
  • Câmera inconstante;
  • Algumas engasgadas quando muda de área.

Cloudpunk já está disponível na Microsoft Store por R$ 89,95.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes da família Xbox. Se quiser, pode ver outras análises feitas pelo nosso time clicando aqui.