Pega essa análise! Watch Dogs Legion

0
348

Hackeie Londres! Watch Dogs: Legion

Watch Dogs: Legion é o novo jogo de “hackeamento” da Ubisoft, e é o terceiro título da franquia. Nesse jogo, a Ubisoft tentou uma mecânica “inovadora” de recrutamento, que é sem sombra de dúvidas o maior atrativo do jogo da desenvolvedora francesa.

Watch Dogs: Legion

Com o objetivo de derrubar uma empresa de segurança chamada Albion que foi contratada pelo governo londrino, você deverá completar missões com a ajuda de uma inteligência artificial e diversos apetrechos de “espião” para derrubar a empresa e libertar Londres de suas malvadas garras.

Então, sem mais enrolação, bora começar!

Do que se trata esse jogo? Watch Dogs: Legion

Em Watch Dogs Legion, como o último nome sugere, você deverá recrutar uma legião inteira para combater a Albion, uma organização de segurança privada que foi contratada pelo governo de Londres, onde se passa o jogo. Porém, como nem tudo são flores, a organização e segurança é extremamente opressora.

Watch Dogs: Legion

Com cidadãos sendo ameaçados, espancados e humilhados, e com a DedSec sendo acusada de ataques terroristas a organização hacker resolveu se virar contra o sistema recrutando moradores de Londres e lutando contra o sistema usando a ajuda do “ctOS 3.0”, que sempre tem a mesma violação.

Mas, vamos parar com os spoilers né? Vamos continuar nossa análise sem spoilers aqui em baixo!

A parte técnica do jogo

Devo admitir, o jogo me surpreendeu em diversos aspectos, como o gráfico e jogabilidade, porém, nem tudo são flores, e irei detalhar tudo aqui em baixo nessa análise. Confira!

Na parte de recursos, o jogo é bastante surpreendente. Como o maior destaque desse jogo é o sistema de recrutamento eu irei começar a falar dele. Sim, você pode recrutar TODO MUNDO (menos a rainha, infelizmente), e isso é incrível, algo que nunca vimos nos videogames. Cada personagem tem sua história de fundo, como uma socialite, um morador de rua, um empresário… enfim! Esse sistema é incrível, e é um dos motivos do nome do jogo ser “Legion”.

Watch Dogs: Legion

Outras coisas são bastante legais, como o sistema de piloto automático dos carros, algo bem diferenciado, e que para os “preguiçosos” é algo bem útil! No jogo você também tem vários apetrechos, como uma aranha robô, drones, um celular hacker 2000 edição ultimate “faz tudo” e muito mais, algo que sempre irá lhe ajudar no jogo. Você também pode completar as missões no modo stealth, mas é bem difícil!

Na parte de história o jogo é agradável, algo bem diferente do que vimos no Watch Dogs 1, onde você buscava vingança e no Watch Dogs 2 onde você tem que derrubar diversas organizações que usavam os dados da população sem permissão. No novo jogo, como já contamos acima, você deve derrubar a organização opressor Albion, e fazer outras coisinhas que não vamos detalhar para dar spoiler.

Na parte do som o jogo é bom, nada magnífico. O jogo é dublado, como todos os jogos da Ubisoft, algumas dublagens ficaram um pouco estranhas com o personagem, mas não é algo que atrapalha, já que você pode jogar em inglês. A trilha sonora não é lá essas coisas, como já acontece com os outros dois jogos da franquia de hacker da Ubisoft, com certeza eu acho que a desenvolvedora pode melhorar esse quesito.

Watch Dogs: Legion

Na parte gráfica, o jogo é muito bom, mesmo com eu jogando no Xbox One S, um console da “geração passada”. Ótimos reflexos (mesmo sem raytracing!), algumas texturas chegam a ser “feinhas”, mas não é algo que atrapalha. Um bom exemplo de textura feia é a da explosão, que você não percebe que é algo natural, e parece mais um desenho de uma criança do jardim de infância.

O mundo é muito bom, um grande mapa bastante vivo e com diversidade de atividades e ações no jogo, algo muito bom. Porém, o loading é bastante grande devido o tamanho do mapa e atividades do jogo, mas não dá para reclamar disso, já que é um HD convencional. Provavelmente no Xbox Series X ou Xbox Series S o jogo deve carregar muito mais rápido.

Em uma Londres futurista, o jogo está bastante bonito. Como estamos na Inglaterra, você deve dirigir na mão inglesa, ou seja, “na contra-mão”, algo que já acontece com o Forza Horizon 4, o que pode causar um pouco de confusão com quem nunca jogou nesse tipo de mão de dirigir.

Watch Dogs: Legion

Na parte de jogabilidade o jogo é muito bom, os comandos são rápidos e bastante responsivos e não mudou muita coisa em relação aos últimos dois jogos da franquia da Ubisoft.

Na parte de bugs eu me surpreendi. Não encontrei nenhum bug que atrapalhasse a gameplay, além de alguns pequenos, que mais garante a diversão do que atrapalha.

Minha conclusão final e veredito

Watch Dogs Legion é um ótimo jogo, usa um incrível e revolucionário sistema de recrutamento, onde TODOS os NPC’s do jogo são jogáveis, algo que nunca vimos em um jogo antes. Com um ótimo mapa, gráficos e uma história boa fecham como chave de ouro a parte boa do jogo.

Porém, como nem tudo são flores, o jogo peca em alguns locais. Uma trilha sonora um pouco ruim, não que as músicas sejam, mas não existem muitas músicas famosas no jogo, além de termos uma dublagem que pode parecer estranha em certos personagens, mas que pode ser contornada jogando o jogo em inglês com as legendas.

Pontos positivos
  • Ótima história;
  • Ótima jogabilidade;
  • Mapa de Londres é sensacional;
  • Ótimos gráficos;
  • Texturas boas;
  • Mapa vivo e grande.
Pontos negativos
  • Trilha sonora precária;
  • Dublagem estranha em certos personagens.

Vale a pena comprar? Sim, mas recomendo esperar uma promoção, já que o preço é um pouquinho salgado! Watch Dogs Legion! está disponível na Microsoft Store por R$279,95.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes da família Xbox. Se quiser, pode ver outras análises feitas pelo nosso time clicando aqui.