Por que você DEVE jogar Full Throttle, Day of the Tentacle e Grim Fandango no Game Pass!

0
891

O melhor dos anos dourados direto para o Xbox

Ótimas notícias: Full Throttle, Day of the Tentacle e Grim Fandango já estão disponíveis no catálogo do Xbox Game Pass! Más notícias? Você precisa decidir qual desses clássicos jogar primeiro! E honestamente não importa qual, apenas JOGUE!

Desde o dia que o time do Xbox fez o anúncio que esses jogos remasterizados pela DoubleFine, chegariam no Xbox Game Pass, eu confesso que tive uma breve palpitação no coração seguido de uma mistura de sentimentos que não sei se vou conseguir explicar.

O fato é que esses três jogos marcaram a minha vida de uma forma que vocês não imaginam. Pra você que não nasceu nos anos 80, os videogames naquela época eram muito restritos e um mundo muito diferente de hoje. Não tinhamos gráficos, poder, muito menos a condição de comprar uma cacetada de jogos, e quando você comprava um, normalmente se aventurava por semanas, meses, até anos.

Com isso, nos anos 90, surgiram os jogos Point and Click, que basicamente são títulos onde você interage com o cenário para ir avançando no jogo, e esse estilo de jogo ganhou notoriedade quando o já ‘falecido’ estúdio Lucas Arts do ultra-mega-diretor George Lucas (sim o mesmo de Star Wars) deu vida a eles.

Agora você pode reviver ou aprender muito dos jogos dos anos 90 com essa grande oportunidade que o Game Pass trouxe para todos nós.

O que muita gente não sabe é que esses jogos são extremamente difíceis e pra você finalizar terá que se concentrar muito (além de ter muita sorte). Nele você não atira, não acelera, não constrói nada, apenas segue a narrativa da história, interagindo, extraindo informações, observando dicas… e claro, arrancando os fios de cabelo por não saber para onde ir.

Lembro que na época que joguei Day of the Tentacle, eu deveria ter uns 14 anos e não conseguia entender como avançar no jogo. Na época não existia YouTube, Google, Sites, Blogs nem detonados. Nada. Eu levei (acreditem) 12 meses para terminar essa obra prima. Investia horas do meu dia tentando entender o que fazer, repetindo dialogos, anotando os detalhes, enfim, fiz o que foi preciso para sobreviver e aprender!

Outra coisa que é muito característico desses jogos é o humor irreverente. Um exemplo clássico é essa cena abaixo. Você adentra um quarto e se depara com um homem enorme dormindo em cima minúscula. A decoração é hilária. Debaixo dele, um suéter amarelo.Se você acha que é só o visual está muito enganado, um exemplo aqui (sem dar Spoiler) é que você precisa pegar um molho de chaves que está preso na fechadura da porta para usar em outra situação, ligar a TV para pegar um telefone, e colocar moedas na máquina que fará a cama chacoalhar, derrubando o homem e deixando o caminho livre até o suéter. E isso é só uma pequena porção do que é preciso ser feito. É MUITA RIQUEZA!

E não para por ai, a DoubleFine remasterizou todos eles, ou seja, foram retrabalhados proporcionando uma qualidade visual mais atraente e empolgante, e pra quem quiser provar o jogo no gráfico original, a opção também está presente e é NOSTALGICA!

Day of the Tentacle com o gráfico remasterizado

Em resumo, são jogos de um gênero que recebe pouca atenção hoje e tem seus lançamentos facilmente “esmagados” pelos vários outros de gêneros mais populares hoje, como FPS e afins.

Pra finalizar, para aqueles que ainda não estão 100% certos de jogar ou não, deixo abaixo uma rápida descrição sobre cada um dos três títulos, pontuando o melhor de cada um deles.

Day of the Tentacle (1993)

Day of the Tentacle, também conhecido como Maniac Mansion: Day of the Tentacle, é um jogo de aventura desenvolvido e publicado pela LucasArts. É a sequência do jogo Maniac Mansion de 1987. A trama segue Bernard Bernoulli e seus amigos Hoagie e Laverne enquanto tentam impedir o maligno Tentáculo Púrpura – um tentáculo consciente e desencarnado – de dominar o mundo. O jogador assume o controle do trio e resolve quebra-cabeças enquanto usa a viagem no tempo para explorar diferentes períodos da história.

Day of the Tentacle segue a fórmula de jogo de aventura bidimensional de apontar e clicar, estabelecida pela primeira vez pela Maniac Mansion original. Para interagir com o mundo do jogo, os jogadores escolhem entre um conjunto de nove comandos dispostos na tela (como “pegar”, “usar” ou “falar com”). Este foi o último jogo com a interface SCUMM, onde a parte inferior da tela é ocupada por uma seleção de ações.

DOTT usa bastante a viagem no tempo; no início do jogo, os três protagonistas principais são separados pelos efeitos de uma máquina do tempo defeituosa. O jogador, após completar certos quebra-cabeças, pode então alternar livremente entre esses personagens, interagindo com o mundo do jogo em períodos de tempo separados. Certos itens de inventário pequenos podem ser compartilhados colocando-os nos “Chron-o-Johns”, banheiros portáteis modificados que transportam objetos instantaneamente para um dos outros períodos de tempo, enquanto outros itens são compartilhados simplesmente deixando o item no passado podendo ser pego por um personagem em no futuro. Além disso as alterações feitas em um período de tempo passado afetarão um período futuro, e muitos dos quebra-cabeças do jogo são baseados no efeito da viagem no tempo, envelhecimento de certos itens e alterações no fluxo do tempo. Faça o download aqui.

Full Throttle (1995)

Full Throttle é um jogo de aventura desenvolvido pela LucasArts e desenhado por Tim Schafer. O jogo foi lançado em 30 de abril de 1995, para MS-DOS, Microsoft Windows e Mac OS. Foi o primeiro jogo de Schafer como líder do projeto e redator e designer principal, depois de ter trabalhado em outros títulos da LucasArts, incluindo The Secret of Monkey Island (1990), Monkey Island 2: LeChuck’s Revenge (1991) e Day of the Tentacle (1993).

Full Throttle foi o décimo primeiro jogo de aventura da LucasArts no geral e o décimo a usar o motor de jogo interno da empresa, SCUMM. Apresentava vídeo full motion e sequências de ação, usando o mecanismo de animação INSANE da LucasArts, que foi anteriormente utilizado em Star Wars: Rebel Assault II: The Hidden Empire.

Passado em um futuro próximo, você assume Ben, o líder de uma gangue de motoqueiros, que é acusado pelo assassinato de um amado magnata da fabricação de motocicletas e busca limpar o nome dele e de sua gangue.

Foi o primeiro jogo da LucasArts a ser lançado para Microsoft Windows e o primeiro a ser distribuído apenas em CD-ROM. Ele também introduziu um menu de pizza contextual por meio do qual o jogador controla as interações com objetos e personagens. Em contraste com outros jogos de computador da época, que contavam principalmente com talentos internos para sua dublagem, Full Throttle usava dubladores profissionais, incluindo Roy Conrad como Ben, Mark Hamill como o vilão Adrian Ripburger, Hamilton Camp como o idoso Malcolm Corley e Kath Soucie como a aliada de Ben, Maureen. Foi um dos poucos jogos da LucasArts a usar música licenciada, apresentando canções da banda de rock da área de São Francisco The Gone Jackals. Faça o download aqui.

Grim Fandango (1998)

Grim Fandango é um jogo de aventura dirigido por Tim Schafer e desenvolvido e publicado pela LucasArts. É o primeiro jogo de aventura da LucasArts a usar gráficos de computador 3D sobrepostos em fundos estáticos pré-renderizados. Como em outros jogos de aventura da LucasArts, o jogador deve conversar com os personagens e examinar, coletar e usar objetos para resolver quebra-cabeças.

Grim Fandango se passa na Terra dos Mortos, através da qual as almas que recentemente partiram, representadas como figuras semelhantes a calacas, viajam antes de chegarem ao seu destino final. A história segue o agente de viagens Manuel “Manny” Calavera enquanto ele tenta salvar a recém-chegada Mercedes “Meche” Colomar, uma alma virtuosa, em sua jornada. O jogo combina elementos da crença asteca na vida após a morte com o estilo do filme noir, com influências como The Maltese Falcon, On the Waterfront e Casablanca.

Grim Fandango recebeu elogios por seu design e direção de arte. Ele foi selecionado para vários prêmios e costuma ser listado como um dos maiores videogames de todos os tempos. No entanto, foi um fracasso comercial e contribuiu para a decisão da LucasArts de encerrar o desenvolvimento de jogos de aventura e o declínio do gênero de jogos de aventura. Faça o download aqui.

Como eu sempre digo, eu dúvido você terminar Day of the Tentacle, Fulll Throttle e Grim Fadango sem assistir a tutoriais ou pegar dicas na internet. Faça um favor e busque detonar esse jogo por conta própria e você entrará para um ranking ultra selecionado de jogadores.

Você pode nos seguir no YouTubeTwitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro de todas as novidades sobre Xbox e muito mais.