Pega essa Análise! NBA 2K21

0
92

Boom boom shakalaka!!!

Desenvolvido pela Visual Concepts e publicado pela 2K, NBA 2K21 nos traz pouca evolução mas mantém a qualidade. O nosso time mandou um step back three fez uma grande análise e o resultado dessa experiência você confere agora.

My Career

O jogo até tem uma historinha pra te introduzir onde você começa no high school até ser draftado para um time da NBA.

O que me deixa com raiva é que parece tudo muito automático, da a impressão que independente do que aconteça você está meio que no controle da sua carreira, quando que na vida real não é bem assim.

O draft é basicamente assim, eu quero jogar no Lakers então você vai jogar lá não importa o quão mal você for no treinamento prévio com eles.

NBA 2K21

Quando você está no college tem a sua posição no draft que vai subindo conforme vai sua apresentação nas partidas, mas isso é irrelevante porque a sua posição no draft acaba não tendo influência nenhuma no time em que você vai jogar.

O que acabou mudando mesmo foi a Neighborhood que agora se chama 2K Beach e como o próprio nome já diz é em uma região com praia e tudo mais, isso foi bom pra variar um pouco daquele lobby urbano em que tínhamos nos jogos anteriores.

Apesar de você conseguir evoluir seu jogador com mais facilidade que em jogos anteriores da franquia ainda sim você é muito mal recompensado.

NBA 2K21

Quando você fecha algum contrato de patrocínio eles te oferecem um bônus por exemplo de 40 moedas por cada double double que você fizer, o grande problema é que com 40 moedas você não consegue evoluir nenhum atributo no seu jogador e não consegue comprar nem uma cueca nas lojinhas de customização.

É tudo feito de uma maneira estratégica para te forçar a gastar dinheiro, eles colocam as lojas cheias de produtos oficias, com marcas super famosas mas vendem por 15 mil, 30 mil moedas, aí o jogador tem que escolher se ele evolui os atributos do personagem ou se fica com as roupas naquele outfit padrão Westbrook.

Sem contar que pra conseguir muita moeda não basta só jogar o carreira offline você tem que ainda jogar aqueles modos online que ficam na Neighborhood que as vezes é meio chato se você não tiver amigos que também curtam NBA, já que você acaba tendo que jogar com pessoas aleatórias.

Jogabilidade

Não tivemos praticamente nenhuma alteração na gameplay, se você tirar os menus e mostrar só o jogo para alguém e falar que é o NBA 2k20 provavelmente ela vai acreditar. O que mudou mesmo foi a mecânica de arremesso mas acaba sendo uma mudança só pra falar que teve alguma alteração do que propriamente para agregar ao jogo, que não joga com frequência não faz diferença mas que já estava habituado com a antiga mecânica tem que se acostumar com uma nova.

O jogo ainda continua com uma coisa que é muito chata, muitas vezes os jogadores parecem literalmente uma parede, e você fica ali travado na animação e não consegue sair de jeito nenhum, o jogador não tenta empurrar ou se desvencilhar do marcador ele quer passar por dentro do cara de qualquer jeito.

Tem algumas coisas que são muito estranhas, tipo seu adversário começar a acertar todas as bolas independentemente da qualidade do jogador ou de onde ele está chutando, é literalmente tudo que manda vira cesta.

Ainda temos momentos que a IA parece morta, deixam o garrafão aberto como se fosse uma passarela de desfile de moda, sem contar nas vezes que os jogadores controlados pela máquina ficam seu reação, desistem de jogadas ou nem tentam ir pra uma disputa de rebote, toco.

Uma coisa que eu sempre aplaudi é como o jogo consegue ser fiel na movimentação dos jogadores e nas sua mecânicas de arremesso, você sente realmente que são Lebron James, Curry, Durant que estão jogando, parece uma partida real.

Gráfico e Som

Os gráficos do jogo continuam bem bonitos apesar de não ter uma evolução, a falta de novidade fica ruim porque você fica com entendimento que eles não quiseram dar atenção para esse atributo mas isso não quer dizer que os gráficos são ruins ou pioraram.

Já que o jogo tem uma fidelidade bem grande na face dos jogadores e tudo mais eles poderiam ter tentado evoluir em fatores mais externos com novas animações na torcida na chegada ao ginásio e tudo que cerca uma partida da NBA.

A parte sonora continua muito boa e a atmosfera das arenas é muito bem apresentada, apesar de isso não refletir muito bem na torcida, já que eles ficam completamente estáticos mesmo quando o som ambiente faz parecer que está rolando vários cânticos.

Multiplayer

Aqui nós continuamos com os modos tradicionais de jogar com ou contra os amigos e o famoso My Team que é mais conhecido com casino royale, é bizarro com eles querem te fazer gastar dinheiro a qualquer custo.

E nesse modo as pessoas acabam gastando principalmente por causa do cenário competitivo, aí você acaba causando um desequilíbrio total.

O modo não consegue nem disfarçar que é um casino, até na hora de conseguir as recompensas e como se você tivesse em Las Vegas jogando naquelas máquinas.

Sem contar que os pacotes que vem com jogadores e outros atributos são extremamente caros, e muitas vezes não vem nada de interessante.

Para ter um grande time ou você despeja um caminhão de dinheiro em moedas ou tem que parar de viver e ficar só jogando esse modo para tentar ter um time interessante.

Conclusão

NBA 2K21 vem com sua qualidade de sempre mas acaba desagradando os fãs mais fiéis pelo fato de não ter uma grande evolução, o jogo continua com suas mecânicas predatórias de microtransações e a maior novidade ficar por conta da nova Neighborhood e de uma nova mecânica de arremesso.

Pontos Positivos
  • Gráficos bonitos;
  • Nova Neighborhood.
Pontos Negativos
  • Microtransações abusivas;
  • Pouca evolução.

NBA 2K21 já está disponível na Microsoft Store por R$ 249,90.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes da família Xbox. Se quiser, pode ver outras análises feitas pelo nosso time clicando aqui.