Confira o que disseram da tecnologia!

A Microsoft detalhou no site oficial do Xbox a tecnologia “Xbox Velocity Architecture“, nova tecnologia do Xbox Series X que deverá acabar com as telas de carregamento e permitir mundos mais vivos na próxima geração.

Segundo a Microsoft, a nova tecnologia é uma “reinvenção radical“, e que chegou a influenciar no design do Xbox Series X, além disso, ela será diferente de tudo o que você já viu. A Microsoft detalhou os quatro componentes principais do sistema de armazenamento: o SSD NVME personalizado, blocos de descompressão acelerado de hardware, um novo API directStorage e Sampler Feedback Streaming (SFS).

O novo SSD NVME permite que o armazenamento do Xbox Series X seja 40 vezes mais rápido do que o do Xbox One, que usa um HD convencional. O novo armazenamento do novo console entrega uma velocidade total de 2,4GB/s, contra apenas 5400 RPM de rotação do Xbox One (vale lembrar que um SSD não possui uma rotação).

A descompressão acelerado por hardware são pacotes de jogos compactados, que servirão para diminuir o tempo de download de cada jogo, além de permitir a leitura mais rápida. Se as desenvolvedoras usarem essa tecnologia, o SSD NVME personalizado do Xbox Series X poderá alcançar uma velocidade de até 4,8GB/s!

As APIs de arquivo padrão foram desenvolvidas há mais de 30 anos e estão praticamente inalteradas, enquanto a tecnologia de armazenamento fez avanços significativos desde então. Pensando nisso, a Microsoft revolucionou mais uma vez e mudou esse antigo padrão. Com a nova API, o armazenamento irá ter menos latência, e fazer com que o poder do Xbox Series X seja aplicado ao máximo.

Sampler Feedback Streaming é uma inovação construída em cima de todos os outros avanços da Arquitetura Xbox Velocity. As texturas do jogo são otimizadas em diferentes níveis de detalhe e resolução, chamados mipmaps, e podem ser usadas durante a renderização com base no quão perto ou longe um objeto está do jogador. No entanto, mipmaps maiores requerem uma quantidade significativa de memória em comparação com os mips de resolução mais baixa que podem ser usados se o objeto estiver mais longe na cena. Mas, hoje com os novos recursos do SSD NVME, permite que ele carregue apenas os subnível de um nível de mipmap na memória, bem antes da GPU renderizar os novos dados. Isso permitirá um mundo muito mais vivo.

Para finalizar, a Microsoft disse que essas novas tecnologias trarão mundos mais amplos, vivos e dinâmicos, além disso, haverá a eliminação de telas de carregamento e a tecnologia Quick Resume, que permite que você abra mais de um jogo por vez. O Xbox Series X deverá ser lançado no final desse ano.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes do Xbox