Pega essa Análise! Deep Sky Derelicts

0
66
Deep Sky Derelicts

Indo aonde nenhum homem jamais esteve… ou não?

Deep Sky Derelicts é um jogo desenvolvido pela Snowhound Games e chegou há pouco tempo nos consoles, depois de alguns anos já na terra dos PC’s. Será que valeu a espera? Confira agora com a nossa análise!

Entrando no hiperespaço…

Em Deep Sky Derelicts você é o líder de um grupo de mercenários, responsável por diversas missões espaço afora, mas não se empolgue tanto.

Diferente de outros títulos de mesmo universo (piada não intencional), as coisas são bem mais simples aqui. Não há uma super trama, vamos nos aprofundar (essa foi intencional) mais afrente. Não há também uma grande variedade de missões, mas Deep Sky Derelicts tem seus charmes.

Deck Builder? RPG por turnos? Space opera?

Logo no início você deve escolher o nome do seu bando, as funções de cada um (equivalente a classe) e suas aparências.

O jogo gira ao redor de de duas mecânicas distintas, uma para a sua movimentação e outra para o combate. Vamos dissecá-las a seguir:

Após você aceitar uma missão (ou várias), você deve ir até o planeta de destino e iniciar a exploração. É nesse momento que a primeira mecânica acontece: a movimentação no mapa é realizada através de um grid, muito semelhante a jogos de tabuleiro, mas com um nível muito maior de abstração aqui.

A monotonia do espaço sideral…

Sua unidade de mercenários é reduzida a um mero símbolo iluminado no mapa eletrônico quadriculado. Pontos de interesse, NPCs e inimigos são representados por símbolos específicos. Você pode explorar o quanto quiser, ou melhor, o quanto você puder.

Perambular pelas estações/planetas consome energia (bateria) do seu traje e uma vez que ela acabe, você passa a consumir sua própria energia vital (HP). É possível recarregar parte da carga com itens específicos, mas eles são raros de se encontrar durante as missões e caros para se adquirir. É possível também fazer upgrade para aumentar a carga total, assim como melhorar e instalar outros equipamentos.

deep_sky_derelicts

Essa mecânica causa uma sensação de “vai-e-vem” durante as missões e logo você se verá explorando rapidamente e rezando para encontrar uma plataforma de lançamento (um tipo de save point) antes de ficar sem energia. Como dissemos, é possível melhorar a bateria, mas essa necessidade nunca deixa de existir de fato, juntamente com a sensação incômoda.

Mas você deve estar se perguntando: a energia só serve para andar pelo mapa, então não há problema, não é? A resposta é não. Você consome energia também para interagir com coisas no mapa, como entrar em uma área, e principalmente durante os combates. O que nos leva para a segunda mecânica aqui.

Em contraste com a monotonia visual da exploração, o combate é uma mistura de deck builder com RPG por turnos. Tudo isso utilizando belos desenhos estilizados a mão, com as ações sendo representadas ao melhor estilo HQs (à lá Max Payne 1 e 2).

deep_sky_derelicts

Suas ações são escolhidas via cartas, que são atreladas a cada um dos seus equipamentos. Cabendo a você ponderar no momento de trocá-los ao pegar via loot ou na hora de comprar na loja.

Há um certo nível de tática aqui, pois certas cartas são melhores contra certos inimigos, seja ela de ataque, defesa ou suporte. Experimentar e testar diferentes builds é o ideal antes de se aventurar em sistema mais difíceis.

O espaço profundo… não é tão profundo assim…

Deep Sky Derelicts peca em duas das principais características de um bom RPG: enredo e carisma. Não há um grande enredo aqui, nenhuma grande motivação dos personagens para seguir nas missões.

Nos chamou atenção também a ausência de um personagem “para chamar de seu”. Você escolhe sua equipe, mas pode alterar a aparência de todos quando quiser. Não há nenhuma sensação de apego, de cuidado. É possível recrutar novos membros também, desde que possua dinheiro suficiente, é claro (e caro). Não há um personagem principal aqui. Independente da formação inicial da sua equipe, ela não possui uma identidade própria. Os diálogos tem sempre o mesmo tom, variando somente nas respostas que você escolher.

deep_sky_derelicts

O resumo da (space) opera…

Deep Sky Derelicts possui um belo sistema de combate, misturando card game, RPG por turnos e painéis de HQs (comics, para os mais puristas). Porém peca forte em não apresentar um enredo profundo (essa foi a última, eu juro) e nos forçar a passar boa parte do tempo de jogo em um tabuleiro monótono e simplista.

A trila sonora é discreta e faz seu papel sem grande destaque (positivo ou negativo).

Pontos positivos:
  • Visual lindo;
  • Mecânica de combate divertido e com um certo nível de tática;
  • Boa variedade de upgrades;
  • Nível de dificuldade bem equilibrado.
Pontos negativos:
  • Exploração monótona via grid;
  • Total desapego com os personagens;
  • Baixa variedade de missões interessantes.

Deep Sky Derelictspode ser adquirido direto da Microsoft Store por R$92,45. Clique aqui para comprar.

Você pode nos seguir no YouTubeTwitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro de todas as novidades sobre Xbox e muito mais.