Pega essa Análise! Townsmen – A Kingdom Rebuilt

38
Pega essa Análise! Townsmen - A Kingdom Rebuilt

Pronto para reinar, milord?

Townsmen – A Kingdom Rebuilt é um jogo desenvolvido pela HandyGames, uma subsidiária da THQ Nordic, onde você é o encarregado por construir uma pequena vila e transforma-la em uma grande e importante cidade medieval. Está pronto para o desafio? Então venha conosco em mais uma super análise!

Admirável reino novo…

Townsmen – A Kingdom Rebuilt é uma versão remasterizada de Townsmen, originalmente lançado em 2016, e que jogo lindo. Os gráficos soltam aos olhos, não pela sua complexidade ou efeitos visuais de última geração, mas sim pela sua beleza no traçado.

Desenhados a mão, cada componente do mapa, construção e cidadão é lindamente representado aqui, com cores vibrantes e detalhes. Ao ver o jogo de longe (câmera padrão para melhor gerenciar um reino), muito disse se perde, mas ao aplicar um zoom, tudo ganha vida e é possível perceber as rotinas e outros detalhes do seu reino. Inclusive os sons ambientes e “conversas” são realçadas no zoom máximo, como se você estivesse lá perto. O jogo em si lembra muito outros gigantes do gênero, como Age of Empires, World of Warcraft e afins, porém ele simplifica ao máximo o fator militar e foca no gerenciamento da cidade e sua economia.

Townsmen - A Kingdom Rebuilt

Aqui você é um senhor feudal, responsável por erguer uma pequena vila e transforma-la em uma grande e importante cidade medieval. A mecânica principal é comum a todos os jogos do gênero: você deve erguer construções para abrigar a população (e também mão de obra), serralherias para a produção de tábuas, açougue para as carnes, poço para matar a sede da população crescente, minas para a extração de pedras e outros metais e assim vai.

Tudo isso enquanto tenta manter a felicidade da população, criar estoque de comida para o inverno, monitora o tesouro e planeja a expansão da sua cidade. Mas não se deixe enganar, pois nem tudo que reluz é ouro.

Divertido, complexo, mas divertido.

Gerenciar seu (possível) novo reino não é uma tarefa exatamente fácil. Não se deixe enganar pelos gráficos fofos, cores vivas e melodias calmas. Tudo pode virar de cabeça para baixa em questão de segundos, seja por uma avalanche de neve (no inverno), invasão de bandidos na sua cidade, um raio que causa incêndio ou uma peste que devasta a fauna local, impossibilitando a caça por um determinado período de tempo. Sem contar possíveis rebeliões e greves da sua própria população.

Felizmente existe um tutorial em forme de pequenos episódios que cobrem boa parte das mecânicas e eventos locais, te preparando para o que pode vir. Mas cuidado, a última missão é cabeluda.

Como dissemos, o foco aqui é o gerenciamento da sua cidade, indo bem mais afundo que os outros títulos “equivalentes”. Você controla a porcentagem de impostos que seus súditos irão pagar, negocia com mercadores esporádicos, gerencia trabalhadores para determinadas tarefas, seja tocar um negócio, apagar incêndios ou erguer novas instalações.

Ao começar sua vila você deve planejar bem (o que é difícil logo de cara) e expandir lentamente. A palavra chave aqui é “eficiência”. Townsmen – A Kingdom Rebuilt possui um sistema de cadeia de produção, onde cada prédio é uma parte de uma linha de produção, por exemplo: para erguer construções mais simples, tipo uma casa, você vai precisar de tábuas de madeira, correto?

Sim, mas a utilização da tábula de madeira é somente o último processo aqui. Antes você precisa construir uma cabana para o trabalhador responsável pela derrubada das árvores.

Vai precisar também construir uma serralheria para que essa madeira seja transformada em tábuas, para só então o construtor responsável pela construção da casa poder coletar as tábuas e iniciar o processo. Simplificando ficaria assim: coleta de madeira > produção de tábuas > construção.

Townsmen - A Kingdom Rebuilt

Agora expanda isso para quase todos os aspectos e você logo se verá com algumas horas de planejamento nas mãos. Exemplos: Pães (plantação de trigo > farinha > pão), carnes (caça > cortume > linguiças), armas e ferramentas (mineração > lingotes > produção final) e assim por diante.

Os prédios que possuem ligação entre si são facilmente identificáveis nos menus de construção, então não se preocupe em não saber a cadeia de suprimento inteira. O jogo não permite que você construa um açougue se você não possuir uma fazenda de porcos antes, por exemplo.

Essa cadeia de produção adiciona uma mecânica muito interessante para o jogo, pois você se pega planejando as construções para evitar que fiquem longe uma das outros, pois se ficarem longe o trabalhador vai demorar mais pra chegar na próxima (as mercadorias não são magicamente transportadas), o que aumenta o tempo de produção final, que por sua vez pode gerar problemas ainda maiores.

Problemas como o impedimento temporário de uma construção, que pode acarretar em um descontentamento na população, que pode evoluir para uma greve, que por fim pode atingir todos os outros aspectos da sua cidade, transformando a sua bela cidade em um mar de descontentamento.

Townsmen – A Kingdom Rebuilt surpreende por criar várias pequenas mecânicas e amarra-las bem, criando um divertido ambiente para se passar horas vendo seus (quase sempre) leais súditos andando pra lá e pra cá enquanto você planeja expansões sem acabar com os cofres e com a felicidade deles.

Mas como nem tudo é perfeito: Townsmen – A Kingdom Rebuilt sofre um pouco com um população que parece não saber muito bem o que querem. Não foram raras as vezes que, do nada, a popularidade do reino começou a despencar rapidamente. Sem nenhuma razão aparente. Há menus específicos para consultar os desejos da população, porém fica a sensação de que de vez em quando eles só querem atrapalhar os planos mesmo.

A medida mais eficaz, quase sempre, é abaixar os impostos por um tempo e construir algo para a diversão deles, o que contrasta pela falta de uma maior complexidade, se comparado com outros aspectos do jogo.Dependendo do nível da sua cidade ou de das operações que está fazendo nesse momento, isso pode ser o estopim para uma “espiral da morte”, onde tudo começa a dar errado e se torna quase impossível reverter.

Townsmen - A Kingdom Rebuilt

Rei bom ou Tirano sanguinário?

Townsmen – A Kingdom Rebuilt é uma belíssimo jogo, visualmente falando, com uma mecânica de gerenciamento muito legal, mas que pode ser punitiva demais por conta de uma IA bipolar. Para os amantes de gerenciamento de cidades que buscam algo um pouco acima do padrão, mas que não curtem o aspecto militar, essa é uma excelente escolha.

Pontos positivos:
  • Visual lindo;
  • Cadeia de produção te incentiva a ser autossustentável;
  • Trilha sonora agradável.
Pontos negativos:
  • IA bipolar;
  • Baixa variedade (visual) na população.

Townsmen – A Kingdom Rebuilt já está disponível na Microsoft Store por R$112,45.