Pega essa Análise! Ghost Recon Breakpoint

0
277

Uma sequência desnecessária! Pega essa Análise! Ghost Recon Breakpoint

Ghost Recon Breakpoint foi desenvolvido e publicado pela Ubisoft, ele nos traz aquela gameplay divertida mas que peca por ter uma história rasa e uma enormidade de bugs. O nosso time fez um ataque surpresa e o resultado dessa experiência você confere agora.Pega essa Análise!

História

A história do jogo é completamente rasa e sem graça, o que não deveria ser já que você tem o ator Jon Bernthal (da série O Justiceiro) como grande antagonista do game, massas… ele foi completamente mal aproveitado.

A grande missão do seu squad é derrotar os Wolves que estão sendo comandados pelo já conhecido Cole D. Walker, que por algum motivo acaba mudando de”time” e indo parar no lado mau da história.

Quem jogou o game anterior sabe exatamente o que aconteceu para ele ter mudado de lado, já quem caiu de paraquedas nesse pode ter um pouco de dificuldade para pescar todas informações.

A história só existe para cumprir tabela pois em momento algum deixa o jogador entretido e querendo saber o que vai acontecer em seguida. A campanha principal dura cerca de 16 horas se você focar só no modo história e ignorar as sidequests e outros desafios.

Pega essa Análise! Ghost Recon Breakpoint

Jogabilidade Pega essa Análise! Ghost Recon Breakpoint

No quesito jogabilidade temos praticamente o mesmo sistema do jogo anterior apenas com algumas alterações pontuais.

Continuamos com aquela gameplay clássica onde é sempre melhor tentar uma abordagem mais furtiva mas nada te impede de ligar o modo Rambo e sair rebocando tudo que ver pela frente.

O game colocou várias mecânicas para melhorar a sua camuflagem e que por sinal ficaram até bem legais, mas possui vários problemas com as missões, pelo fato de ter muitos bugs isso também acaba causando impacto nas quests.

Em vários momentos você é obrigado a repetir uma missão porque em determinado momento dela ‘buga’ algo que era pra ser feito e você não consegue sair do lugar. Temos até algumas missões bem divertidas por causa de novos inimigos que foram adicionados e tudo mais, o grande problema que é tudo muito repetitivo e cansa rápido.

Leia Também:  Microsoft confirma que está interessada em comprar o TikTok

Eles ainda abusam demais de micro-transações onde basta sair gastando dinheiro pra ficar super tunado e ter os melhores equipamentos possíveis, deixando tudo completamente desbalanceado.

Podemos falar que esse jogo foi uma sequência desnecessária, poderia ter trabalhado mais em expansões para o jogo anterior já que a produtora gosta tanto de jogos como serviço, o jogo só serviu para manchar um pouco o nome da franquia.

O jogo foi desnecessário pelo fato que eles poderiam ter aguardado mais para trazer uma continuação, porque esse jogo só serviu para queimar o filme da Ubisoft.

Pega essa Análise! Ghost Recon Breakpoint

Gráficos e Som Pega essa Análise! Ghost Recon Breakpoint

Aqui podemos considerar a parte mais desastrosa do game, o jogo tem gráficos bem contestáveis e completamente mal acabados.

Na hora que falamos de bugs esse jogo é campeão, tem bug pra todo lado, você voando fora do helicóptero, inimigos flutuando e por aí vai, se for pra citar tudo ficaremos até amanhã.

Ghost Recon Breakpoint ainda tem várias quedas de frames, do nada seu personagem começa a ‘bugar’ em umas parede invisível, você começa a tomar tira atras de cover e com isso só vai fazendo você tomar antipatia do jogo.

Leia Também:  Microsoft é a quarta empresa que mais inovou em 2020

Já foram lançados alguns patches para tentar corrigir mas infelizmente não surtiu o efeito necessário, parece que trouxe foi mais caos que já tinha. É impressionante ver a falta de cuidado que tiveram com esse jogo, o que foi exatamente o contrário no anterior, nem parece a mesma franquia.

A parte sonora do game ainda continua boa, principalmente pelo fato de termos uma boa dublagem, só temos alguns momentos que a legenda não carrega ou sai com atraso em relação ao que está sendo falado.

Pega essa Análise! Ghost Recon Breakpoint

Multiplayer Pega essa Análise! Ghost Recon Breakpoint

O famoso coop entre amigos continua presente daquela mesma maneira que víamos no game anterior, onde você pode desfrutar da campanha inteira na companhia dos seus amigos.

Ghost Recon Breakpoint ainda tem modos PvP que servem para criar aquele cenário mais competitivo, mas o grande problema está no pareamento e na dificuldade para encontrar players.

Conclusão

Ghost Recon Breakpoint chegou com muita expectativa por conta do game anterior, mas foi claramente uma das decepções do ano, o jogo veio com uma história completamente rasa e uma infinidade de bugs e problemas técnicos que estragam qualquer experiência, o que salvou é a gameplay que ainda continua divertida e dinâmica.

Pontos Positivos

  • Gameplay frenética;
  • Novas mecânicas stealth.

Pontos Negativos

  • Infinidade de bugs;
  • História rasa;
  • Muitos problemas técnicos.

Ghost Recon Breakpoint já está disponível na Microsoft Store por R$230,00.