Rumores mostram Project Scarlett duas vezes mais poderoso que Xbox One X

Project Scarlett poderá ser dividido em dois consoles

O ano de 2019 está chegando ao fim, com isso, muitos caixistas estão ansiosos para 2020, pois com ele teremos o tão esperado Project Scarlett, o mais novo console da Microsoft. Contudo, parece que estão vazando alguns rumores sobre essa nova máquina e algumas pessoas afirmam que vieram de fontes confiáveis. Porém, isso só aumentou nossas dúvidas sobre o Scarlett.

O que já sabemos é que o Project Scarlett será divido em dois consoles, Anaconda e Lockhart. O motivo dessa divisão é somente para diferenciar os processamentos desses dois consoles, sendo que o Lockhart será mais fraco comparado ao Anaconda. As informações partiram de vários sites incluindo The Verge, Techradar, Eurogamer e Windows Central, um portal online que traz diversa informações sobre toda a industria da Microsoft.

Segundo um dos redatores do site, as informações adquiridas são apenas rumores, mas o próprio autor da matéria fez questão de ressaltar que a fonte é muito boa. Lembrando que no vídeo lançado em 2019, Kareem Choudhry falou que o Scarlett pode “comer monstros no café da manhã“, ou seja, será um console muito potente, já que o Anaconda terá cerca de 12 teraflops (TF).

Claro, teraflops não é o único foco da Microsoft, ela também está trabalhando no Ray Tracing no Project Scarlett, que é uma tecnologia que imita a iluminação no mundo real. Mesmo que o Ray Tracing do Lockhart seja menor do que a do Anaconda, para vocês terem uma ideia, ainda assim, será superior da do Xbox One X.

Nos rumores também falam que os dois consoles terão oito núcleos de CPU e o objetivo de 3,5 GHz, claro, o Anaconda terá mais que o Lockhart. Além disso, o modelo do Anaconda trará 13 GB de RAM para os jogos e com 3 GB no sistema operacional, total: 16 GB. Vejam as informações logo abaixo:

Anaconda (4K):

  • GPU: 12 teraflops + ray tracing;
  • CPU: 8 núcleos CPU, 3.5GHz;
  • RAM: 16 GB;
  • NVMe SSD Tecnologia Própria.

Lockhart (1080p – 1440p):

  • GPU: 4 teraflops + ray tracing;
  • CPU: 8 núcleos CPU 3.5GHz;
  • RAM: -;
  • NVMe SSD Tecnologia Própria.

Claro, todos esses processamentos serão compatíveis para os jogos já lançados e, até mesmo, os retrocompatíveis, como já disse o próprio Phil Spencer; isso inclui os acessórios também. Lembrando, estamos falando de rumores, então poderá haver algumas mudanças futuramente.

Ah, só para deixar claro, Anaconda e Lockhart não são os nomes verdadeiros dos consoles, são apenas codinomes. Apesar de todos esses rumores, prefiro não ficar ansiosa e esperar por mais informações vindas do próprio Phill Spencer, que está curtindo o seu Project Scarlett em casa.