É inegável que o ponto alto da conferência da Microsoft (e talvez de toda a E3 2019) foi a surpresa geral da revelação da participação de Keanu Reeves em Cyberpunk 2077. Em sua primeira aparição na E3, este ano, Keanu Reeves revelou a abordagem da CD Projekt Red à ele e como tudo evoluiu de maneira colaborativa e natural.

Porém uma dúvida pairava no ar: Teria a CD Projekt Red abordado Keanu apenas para aproveitar a popularidade, fornecendo a ele apenas um personagem secundário e improvisado? Parece que não.

A CD Projekt Red alega o oposto, apontando que o personagem de Keanu será realmente significativo no jogo. Ele será o personagem que o jogador encontra várias vezes no decorrer do jogo, sempre com uma informação importante em cada encontro, peça-chave para o desenrolar da trama. Pelo que foi revelado até o momento, o jogador unirá forças com Johnny Silverhand (personagem de Keanu) para agir no submundo da cidade.

Leia Também:  Elden Ring é mais próximo de Dark Souls do que Sekiro ou Bloodborne

Em entrevista pós-E3, Marcin Iwiński, co-fundador e co-CEO da CD Projekt Red afirmou que Reeves gravou 15 dias de diálogos e capturou seus movimentos para muitas cenas do jogo. Só não ficou claro se estes 15 dias são referentes a 360 horas de gravação, ou apenas 15 dias de trabalho.

Mas uma coisa é certa: Teremos muito Keanu Reeves em Cyberpunk 2077

Abaixo podemos conferir todo o conteúdo da entrevista (apenas em inglês)