Um labirinto de informações pelo ser córtex cerebral!

Em uma premissa muito diferente que costumamos ver com a Ubisoft, eles chegam com um terror psicológico que faz uma grande mistura de live action com CGI, o que nos proporciona uma experiência incrível. O pessoal da Central analisou essa interessante viagem e a nossa opinião você confere agora! Transference – Análise / Review

História

O game é uma colaboração da Ubisoft Montreal e a produtora de Elijah Wood, a SpectreVision´, que com certeza focou muito na história desse game. Transference é um game de terror psicológico, e gira praticamente em torno de uma família e uma casa multidimensional que vai se moldando de acordo com suas escolhas e ações, seu objetivo principal é coletar o máximo de evidencias possíveis para consertar a vida dessa família.

Transference - Análise / ReviewÉ muito importante tomar cuidado com suas escolhas no decorrer da jogatina porque a cada passo o tempo e o espaço podem ser afetados por um simples apagar ou acender de luzes (literalmente), a história do jogo é tão cativante que você realmente começa a se importar com os personagens e tentar desvendar tudo que está por trás dessa família.   

Jogabilidade

A jogabilidade é relativamente bem simples, ele é uma mistura de ação em primeira pessoa com vários elementos de puzzles e desafios a serem desvendados, ainda mais pelo fato de o jogo ser mais focado no público do VR. Isso deixou a jogabilidade no controle bem simples.

Os puzzles do jogo são bem simples e auto explicativos, você dificilmente vai ficar perdido, a não ser que esteja dormindo, pois o jogo tentar deixar o mais intuitivo possível para o jogador entender o que é para fazer.

Só em dois momentos que o jogo deu um problema na hora eu até achei que fazia parte do jogo, mas depois percebi que foi alguns bugs mesmo, mas nada que atrapalhe a sua experiência.

Transference - Análise / ReviewO game conta com vários puzzles simples e ao mesmo tempo desafiadores, alguns são até complexos no começo, quando você não sabe o que fazer, igual tem um por exemplo que você tem que ir mudando a estação do rádio para fazer alterações no cenário, tem um outro bem legal também que você tem que tocar o piano para que todas luzes se acendam mas tudo isso no tempo e na ordem correta.

Sem dúvida o jogo foi muito bem feito e funciona de uma maneira super dinâmica, e sua jogabilidade é feita de uma maneira bem leve com poucos botões tendo utilidade o que faz qualquer pessoa, até mesmo uma que não tem costume de jogar videogame consiga realizar todas as tarefas sem nenhuma complicação

Gráficos e Som

Essa parte do game com certeza é uma das mais importantes, afinal se é um game de terror a trilha sonora e a sonorização do game tem um papel super importante para a experiência do jogador, e com certeza ela não deixa a desejar.

A trilha acontece bem de acordo com o que o jogo te propõe e tem uma grande variedade dependendo de qual situação você está enfrentando, em vários momentos apenas um pequeno barulho de uma música ou de alguma porta te dá arrepios, em vários momentos eu senti até aquele frio na espinha.

Transference - Análise / ReviewNão podemos de deixar de citar como a Ubisoft sempre deu valor aos fãs brasileiros, esse é mais um jogo que chega com dublagem, que por sinal está muito bem feita.

Quando falamos de gráficos não podemos cobrar muito pois essa não é o real foco dos desenvolvedores, mas no que ele se propõe funciona de uma maneira bem interessante porque o game mistura cenas de pessoais reais com aquelas CGI’s já tradicionais dos games que dá uma entonação bem diferente e instigante para o andar da carruagem.

Transference - Análise / ReviewSem dúvida a direção de arte desse game é muito bem feita, são vários elementos coloridos ou mais obscuros tudo dependendo da situação, as vezes aparecem algumas coisas até em pixels, tudo isso é um casamento perfeito para uma boa apresentação.

Conclusão

Ele é um jogo de terror psicológico que apesar de ser feito para o VR ele funciona muito bem no modo tradicional com o controle, ele conta com uma história muito bem elaborada que mistura uma grande direção de arte com muito elementos de quebra cabeças e uma parte sonora que te envolve.

Transference é uma ótima chance para quem gosta desse tipo de gênero nos games.

Pontos Positivos
  • Trilha sonora;
  • História densa;
  • Direção de arte.
Pontos Negativos
  • Alguns momentos se torna monótono;
  • A Falta de um VR no Xbox One prejudica a experiência.


Transference
já está disponível na Microsoft Store por R$ 59,00.

Transference – Análise / Review

REVER GERAL
História
8
Gráficos
8
Som
9.5
Fator Replay
7
Publicitário natural de Santo André, possui mais de 12 anos de experiência em agências e produtoras digitais. Ama games e action figures, além é claro de sua esposa e filho! Gamertag: aptsen