The Chaaaaaampions…

Mais um ano se vai desde o lançamento da última versão do game de futebol mais jogado deste planeta e o que setembro traz além da primavera? Uma nova versão da aclamada franquia FIFA. A série é publicada pela americana Electronic Arts e produzida pelo estúdios da EA no Canadá e na Romêmia e já a alguns vem mantendo a ponta na disputa contra a franquia produzida pela Konami. FIFA 19 – Análise / Review

Será que a FIFA 19 conseguiu trazer mais novidades além dos campeonatos da UEFA? É o que você vai conferir com a gente nesta análise. Vamos lá!

História (The Journey)

Se tem uma coisa que temos que falar dessa temporada do The Journey é que foi a mais fraca das três, o Hunter que é o principal tem uma história completamente sem emoção e muito clichê que você já sabe tudo que vai acontecer mesmo antes de alguma decisão, agora você pode jogar a história de sua irmã Kim Hunter e seu amigo Danny Williams.

Na temporada anterior você jogava apenas um pequeno aperitivo com os dois, agora tem a oportunidade de trilhar melhor a carreira dos dois e o que foi estranho é que eles são personagens secundários e tem uma história muito mais legal e cativante, que faz você criar um apelo emocional com eles, coisa que não vemos muito na história do Hunter.

Agora o jogo tem um sistema de mentor que é bem legal para você ir aprendendo novas habilidades, o jogo já realizava alguma coisa do tipo como ter a química com seu parceiro, mas agora no caso do Alex Hunter você escolhe um grupo de mentores que irão te ajudar a garantir novas habilidade de acordo com o que você acaba fazendo, apesar que isso também tem o lado negativo já que em muitos momentos a sua nota no jogo acaba caindo e sua química também sem sentido algum, o jogo te pune muito na sua nota por alguns erros que você não acaba cometendo.

Uma coisa que ficou legal é que como agora são três personagens jogáveis, você tem oportunidade de ficar focado na história de cada um deles ou buscar a experiência completa jogando a jornada de todos, e o que ficou simples, mas bem feito foi o fato de o jogo te recomendar que está na hora de realizar as mudanças de personagem, isso para aquele que está afim de jogar a história de todos simultaneamente.

Sem dúvida alguma The Journey foi uma das maiores sacadas da EA nos últimos tempos com o FIFA, apesar do jogo ter um final bem sem graça que não vamos colocar muitos detalhes para não atrapalhar a experiência dos jogadores, mas sem dúvida de um modo geral foi um modo muito legal divertido e fica a pergunta o que será que a EA está preparando para o próximo FIFA? Será que uma história com algum outro jogador criado por eles ou uma história em que você cria seu próprio personagem no estilo que o NBA 2K adora fazer, o que seria uma ótima coisa já que o modo carreira jogador do FIFA é completamente genérico.

Jogabilidade

A EA tentou fazer algumas mudanças na jogabilidade mas parece que fizeram várias “cagadas”, não sei o que eles fizeram com a física do jogo para deixar o jogo mais livre mas acabou atrapalhando demais em diversos aspectos, em muitos momentos você está jogando e um jogador seu aleatório que não está sendo controlado por você acaba se chocando com o adversário sem sentido algum.

Os jogadores simplesmente trombam um no outro e vão ao solo, uma coisa que a princípio parecia legal mas que acaba atrapalhando muito. Foram adicionadas novas animações para quando seu jogador recebe alguma bolada no rosto os nas partes baixas, mas o problema que isso é bem genérico e o jogador muita das vezes fica sem movimento por um segundo, o que é o suficiente para seu adversário progredir na jogada.

FIFA 19 - Análise / ReviewO que a EA andou fazendo com voleios e bicicletas? Antes era relativamente difícil acertar uma bicicleta ou voleio, agora é completamente o contrário, eu estava vendo a hora que o jogador ia dar uma bicicleta até para bater um pênalti, agora ficou muito surreal esse movimento, qualquer lançamento o cara já quer virar uma bike estilo “Papai Cris”.

Os cara estão realizando esses movimentos completamente sem sentido algum, um episódio que posso contar é que estava jogando online com o Real e o Bale em uma bola que era apenas para fazer um recuo simples para o Varane, sem muitas dificuldades, mas o que o garoto faz? Um recuo de bicicleta do MEIO DO CAMPO, eles tentaram dar mais liberdade para fazer jogadas e dribles, mas algumas coisas ficaram bem fora da realidade.

Os goleiros em alguns momentos são um monstro mas em outros tomam cada gol idiota, sem contar que a saída deles em escanteios e faltas está completamente bizarra, o goleiro sair mal e falhando em um escanteio ou outro é até bem normal, mas em todo escanteio já é bem estranho, quando acontece algum escanteio dá até um frio na barriga da possibilidade de o goleirão dar aquela ‘pixotada’.

Sem contar que a saída deles no 1 contra 1 no atacante em muitos momentos não funciona bem, ele simplesmente sai de pé como se fosse um jogador de linha, como se tivesse partindo apenas para tomar a bola e não realizar aqueles posicionamentos tradicionais de goleiro de fechar o ângulo e tudo mais, e o pior que isso acaba acontecendo com alguma frequência.

FIFA 19 - Análise / Review

Agora vamos falar da maior novidade que é o polêmico chute calibrado, é até uma mecânica diferente e interessante para trazer mais dificuldades ao gameplay, mas para aquele jogador casual isso deve dar uma dor de cabeça para ele, apesar de não ser essencial usar esse tipo de finalização, basicamente você consegue chutar normal pressionando o botão apenas uma vez, se quiser dar o chute calibrado que vem com mais potência e direção é obrigado a pressionar novamente, mas no momento exato para a finalização não sair toda errada.

Isso é uma mecânica que com a prática você acaba pegando o jeito e se não quiser usar também não vai te atrapalhar, agora o movimento dos chutes ficou bem mais real, porque realmente depende muito da postura que seu jogador está na hora de finalizar, se você não estiver bem equilibrado mesmo chutando com a perna boa do jogador ele acaba dando um chute todo errado, tudo vai depender de como ele está posicionado.

Os dribles agora ficaram muito mais dinâmicos, o que te dá chances de realizar fintas com mais precisão e sem precisar dominar a bola, agora você consegue levantar até bola com mais facilidade para buscar uma finalização de voleio ou até mesmo meter aquele lençol no adversário, o movimento de dribles ficou bem mais fluido e para quem sabe bem usar esses movimentos é uma mão na roda para se safar dos seus oponentes.

Multiplayer

Quando falamos de modos online a EA não liga muito para alguns deles né, isso todo jogador de FIFA já sabe, modos como temporadas online e pro clubs que é até um modo bem divertido para jogar com seus amigos são completamente esquecidos pela EA como sempre e não tem nenhuma novidade e continuam com os mesmos defeitos, você vê que foram modos deixado de lado porque quando você não adiciona nada de novo, o mínimo que pode fazer é corrigir os erros dos anteriores, coisa que a EA não está fazendo.

FIFA 19 - Análise / ReviewTodos sabemos que a mina de ouro da EA chama-se Ultimate Team e ele sempre vem com novidades em seus modos de jogos, agora com adição da Champions League e da Europa League deu oportunidade de criar mais dois tipos de cartinhas especificas para essas competições, o modo tenta mantes o que sempre foi o sucesso e algumas novas funcionalidade são implementadas, mas nada de um apelo muito grande, já que esse modo acaba gerando muito lucro de qualquer maneira.

Gráficos e Som

A parte sonora do game sempre foi um ponto positivo, desde as grandes músicas que ficam tocando no menu do jogo, com uma grande variedade de estilos, a parte sonora do game também está muito bem feita.

O ponto de atenção fica para a narração de Thiago Leifert e Caio Ribeiro, que começa a cansar os ouvidos depois tantos anos. A impressão que fica é a de que eles não adicionaram mais tantas linhas de fala, em poucas horas de jogatina nós já estávamos cansados da repetição de comentários.

FIFA 19 - Análise / ReviewA narração feita pelo Leifert não é ruim mas infelizmente com o passar dos anos e o grande reaproveitamento de áudios gravados para as versões anteriores deixa tudo cada vez mais cansativo.

O som dentro do gramado está muito bom, a atmosfera está incrível e você consegue escutar cada torcida com seus cânticos mais tradicionais, você também consegue perceber o som da bola dependendo da intensidade do chute além claro de os jogadores se comunicando dentro de campo ou gritando quando fazem algum gol.

FIFA 19 - Análise / ReviewFIFA 19 está com gráficos cada vez mais bem polidos, apesar de alguns jogadores  conhecidos ainda não terem suas faces originais retratadas no jogo. Outro fator super importante foi adição de novas ligas licenciadas, trazendo inclusive a comunicação visual destes campeonatos. Pode parecer pouco, mas isso aumenta demais a imersão dos jogadores!

O gramado conta com mais detalhes de desgaste dependendo dos movimentos dos jogadores durante a partida, a EA trouxe novos estádios, com uma grande riqueza de detalhes, inclusive dando aquela copiada básica na concorrência utilizando a introdução das partidas dentro do túnel.

FIFA 19 - Análise / ReviewSem dúvida a melhor adição foi todo o layout de Champions League e Europa League, a atmosfera dos menus até muda quando o jogo vai ser por alguma dessas competições, o que é bem justo já que são as maiores competições do futebol europeu, e era bem merecido toda essa riqueza de detalhes.

Os estádios contam com grandes detalhes, com novas animações da torcida, tirando “selfies”, realizando comemorações, e até balançando as bandeiras com rostos de determinados jogadores, agora geralmente na entrada das partidas de grandes times, a torcida coloca meio que uma imagem gigante de algum jogador atual ou histórico do determinado clube que esteja jogando para deixar aquela atmosfera bem real.

Conclusão

FIFA 19 vem apenas administrando a sua liderança e seu concorrente direto está bem atrás no quesito número de vendas e mesmo evoluindo pouco ainda está bem distante da franquia da Electronic Arts. Infelizmente a versão deste ano não evoluiu da maneira que esperávamos, alguns modos foram completamente esquecidos ou tiveram somente alterações pontuais.

Leia Também:  Como desativar a reprodução automática de vídeo da Microsoft Store no Xbox One

O melhor desta edição foi a finalização do modo história (The Journey) e a adição das competições da UEFA, mas sinceramente, isso é muito pouco.

Pontos Positivos

  • Champions League;
  • Atmosfera do estádio;
  • The Journey.

Pontos Negativos

  • Muitos bugs;
  • Chute calibrado pode atrapalhar jogadores casuais;
  • Pouca evolução.

FIFA 19 já está disponível na Microsoft Store por salgados R$240,00.

FIFA 19 – Análise / Review

REVER GERAL
Gráficos
9
Multiplayer
8,5
História
9
Som
9,5
Jogabilidade
9
Publicitário natural de Santo André, possui mais de 12 anos de experiência em agências e produtoras digitais. Ama games e action figures, além é claro de sua esposa e filho! Gamertag: aptsen