Um grande passeio pela Grécia antiga!

Assassin’s Creed Odyssey é, com certeza, o jogo mais completo de toda a série. Desenvolvido e publicado pela Ubisoft Quebec, o décimo título da série nos brinda com um mapa gigantesco, história ao estilo RPG, que pode ser alterada de acordo com as suas escolhas, boa jogabilidade e pela primeira vez dando a opção da escolha do gênero do protagonista da história. Assassin’s Creed Odyssey – Análise / Review

O time da Central participou de uma épica jornada pela Grécia antiga e você confere essas altas aventuras agora!

Uma montanha russa de emoções!

Assassin’s Creed vem nos fazendo sentir emoções distintas ao longo dos últimos anos. Depois de um início promissor, nos brindando com a saga de Ezio e Desmond, a série derrapou em capítulos bem menos criativos muito em função do fato de que as equipes da Ubisoft trabalhassem incessantemente para soltar um capítulo novo por ano.

A prova de que isso estava exaurindo a série ficou evidente quando os franceses decidiram dar um tempo maior para que um próximo capítulo fosse entregue o nos brindaram com o belo Assassin’s Creed Origins, capítulo que trouxe novos ares para uma franquia que parecia estar fadada ao insucesso.

Assassin's Creed Odyssey - Análise / Review

Este novo capítulo chega prometendo corrigir tudo o que a Ubisoft errou no passado além de aprimorar tudo que já deu certo desde as aventuras de Altair.Assassin’s Creed Odyssey foi desenvolvido em paralelo à Origins, ficando por três anos em desenvolvimento.

Esse tempo foi um diferencial e com certeza trouxe novos ares a série, com uma narrativa construída de forma consistente, inovações na jogabilidade e melhorias na árvore de evolução, item que estreiou em Assassin’s Creed Origins.

As belezas e riquezas do Mediterrâneo!

Assassin’s Creed Odyssey se passa 500 anos antes deu seu antecessor, e isso nos leva a vivenciar o ápice da cultura grega. E nós somos postos a prova para vivenciar as as odisseias daquela época, participando de forma ativa da Guerra do Peloponeso(de 431 a 404 a.C) – aonde Esparta foi a principal inimiga dos Atenienses – ocorrendo na região em que hoje a Turquia.

\Tudo isso serve de enredo para que você escolha seu personagem, Alexios ou Kassandra, que farão parte deste momento histórico.

Leia Também:  Blazing Chrome ganha novo trailer

Assassin's Creed Odyssey - Análise / Review

Assim como em Origins, o cenário escolhido para Assassin’s Creed Odyssey foi extremamente feliz, trazendo uma época e região cheia de riquezas e conteúdos que fazem a imersão serem um ponto chave do jogo.

Uma ode às escolhas de gênero

Assassin’s Creed Odyssey é o primeiro jogo que eu me lembro que dá a você a oportunidade de escolher quem será o protagonista do seu jogo. A história do jogo é iniciada em meio a batalha de Termópilas, famosa batalha aonde 300 espartanos, dão um verdadeiro pau em 30 mil soldados.

Nesse momento você está na pele de Leônidas, líder espartano que leva seus pares a vitória.

Assassin's Creed Odyssey - Análise / Review

Tudo isso é pano de fundo pra a escolha inicial, que acontece em um momento nos tempos de hoje, aonde a pesquisadora Layla Hassan precisa escolher entre duas amostras genéticas que foram encontradas em uma lança que acredita ter sido de Leônidas.

Neste momento nós somos apresentados a Alexios e Kassandra, mercenários espartanos que serão os condutores da nossa história. Apesar da possibilidade da escolha de gênero ser uma novidade bem-vinda ela não passa de uma opção cosmética, já que em linhas gerais a historia principal do jogo não vai ser alterada.

Assassin's Creed Odyssey - Análise / Review

Esperamos que o time da Ubi foque nessas narrativas paralelas para que tenhamos cada vez mais experiências únicas para cada personagem.

As odisséias de Alexios e Kassandra

Assassin’s Creed Odyssey possui três histórias principais que envolvem os nossos mercenários, e de acordo com a sua escolha um será o protagonista e o outro o antagonista de toda a nossa aventura.

A primeira e mais emotiva de todas é a busca de Alexios/Kassandra por sua família, em meio a essa jornada ele é apresentado ao que podemos dizer que seja comparado aos templários em outros Assassin’s Creed, um culto misterioso, que busca o controle geral e que tem como objetivo mata-lo.

Assassin's Creed Odyssey - Análise / ReviewA terceira linha se liga ao que nós já conhecemos e nos levará à busca incessante por informações sobre a Primeira Civilização, aqui é aonde haverá a ligação de Odyssey com o arco principal da franquia, já que, como escrevi acima, o game se passe 500 anos antes de Origins, por isso, bem longe do início da ordem dos assassinos.

Leia Também:  Presidente Bolsonaro planeja baixar impostos de games ... é possível?

Além disso, o game possui um mapa pra lá de enorme e extremamente convidativo, que esconde uma série de missões secundárias que vão levar você a entender cada vez mais todo o contexto histórico que as pessoas vivenciavam naquele momento da Grécia antiga.

Assassin's Creed Odyssey - Análise / Review

A grande diferença que podemos perceber aqui é como a franquia Assassin’s Creed está deixando de ser somente um adventure em terceira pessoa e assumindo um viés cada vez maior de um RPG de ação. Diferente de outras versões, aqui as suas escolhas farão diferença e os desfechos de cada personagem podem ser bem diferentes dependendo das escolhas feitas por você em momentos chave.

4K HDR de cair o queixo

Nós já havíamos ficado de queixo caído quando vimos Assassin’s Creed Origins pela primeira vez, mas, de verdade, o time da Ubisoft conseguiu se superar. O mundo de Odyssey é rico, gigantesco e extremamente diversificado. É impressionante como tudo têm vida e se encaixam da forma mais perfeita possível.

Vale a pena ressaltar o modo fotografia, que é uma show a parte e têm gerado, por parte dos jogadores imagens inacreditáveis!

Assassin's Creed Odyssey - Análise / Review

Outro ponto que nos chamou a atenção foi a evolução do mapeamento da animação e das expressões dos personagens. Mesmo que em termos de carisma eu prefira Bayek, Alexios e Kassandra desfilam o seu charme em trajes minúsculos por toda a Grécia de forma que deve ser elogiada!

Já acabou? Maláka!

Assassin’s Creed Odyssey mostra o quanto a Ubisoft aprendeu com os erros passados e depois do grande acerto que foi Origins, os franceses da Ubisoft nos trouxeram um jogo extremamente polido, com inovações pontuais na jogabilidade e narrativa. Esperamos que as novidades não tenho parado por aqui e que os próximos capítulos não caiam no ostracismo que já vimos anteriormente.

A verdade é, Assassin’s Creed Odyssey já têm o seu lugar garantido entre os melhores games da franquia.

Assassin’s Creed Odyssey já está disponível na Microsoft Store por R$199,00.

Assassin’s Creed Odyssey – Análise / Review