Quantidade, mas será que com qualidade?

Produtora: Ubisoft Análise The Crew 2
Desenvolvimento: Ivory Tower
Lançamento: 29/06/2018
Plataformas: Xbox One
Gênero: Corrida, Arcade

Depois de um primeiro jogo que foi bem meia boca – Desculpa Ubi, o primeiro The Crew, na minha humilde opinião é bem fraquinho – a francesa Ubisoft e o pessoal da sua subsidiária Ivory Tower voltam com uma nova aventura aonde os jogadores irão  novamente desbravar os Estados Unidos, passando por vários pontos turísticos a bordo das mais potentes máquinas de corrida! Análise The Crew 2

Será que os nossos brothers franceses conseguiram equalizar os defeitos da primeira versão e fez algo de proporções épicas, conseguindo manter os jogadores engajados por um longo período? Vêm com a gente radicalizar por todos os cantos desse mundão do Tio Sam para ver se The Crew 2 realmente vale o seu suado dinheiro! Análise The Crew 2

Desbravando a América!

O mais novo joga da franquia chega colocando você, amante da velocidade, no controle de todas as modalidades possíveis, e o seu objetivo, além de ganhar corridas é ganhar notoriedade entre os competidores além de tentar cada vez alcançar um número maior de seguidores na rede social presente dentro do jogo. Ela é quem vai pautar a sua evolução em The Crew 2.

The Crew 2 - Análise / Review

A partir disso você é convocado a participar de eventos utilizando tudo o que for possível; carros, barcos, monster trucks, aviões, motos por todo o território americano. A ideia é sensacional, não é mesmo?

Atravessar a América em corridas alucinantes, desbravando todos os cenários possíveis, pena que parece que só você e os outros carros que estão disputando a competição moram nesses Estados Unidos digital.

The Crew 2 - Análise / Review

Por mais que o mapa seja enorme, ele foi aproveitado de forma bem deficiente pelo pessoal da Ivory Tower e infelizmente o game não possui vida, fazendo você se perguntar se eles não poderiam ter sido mais atenciosos com essa parte e deixado o game com mais fluidez.

E essa falta de vida pode ser bastante evidenciada quando paramos para olhar o mapa do jogo em sua região central. No primeiro jogo tínhamos uma retratação mais fiel ao que são os estados mais rurais dos Estados Unidos, com localizações marcantes da região. Infelizmente nesta continuação nossos french friends só deixaram um rastro de mato e saudosismo.

Fica aquela sensação de que eles poderiam ter explorado isso de forma mais agressiva, já que no Xbox One X os produtores já não deveriam mais sofrer com os gargalos de desenvolvimento que eram encontrados anteriormente.

É hora de correr, e você está no MotorNation!

The Crew 2 possui quatro estilos de corrida, cada qual com as suas peculiaridades; Street Racing, Pro Racing, Freestyle e Off-Road. Como eu disse, cada uma foca em um tipo de atividade, levando os jogadores a experimentar todos os tipos de veículos e terrenos dentro do game e com isso evoluir sua reputação em cada um desses estilos.

Cada uma um desses estilos possui um “King” e para que você tenha a chance de enfrenta-lo, você precisará completar uma quantidade específica de eventos dentro de cada uma delas. Quando você tiver desafiado e ganho de cada um destes ‘bosses’ você têm a oportunidade de ir disputar a grande final do MotorNation! Demais né… =P

The Crew 2 - Análise / Review

A forma de evolução do jogo funciona com aquele grid de evolução linear que já conhecemos; a cada corrida vencida você ganha pontos de experiência – em The Crew 2 você receberá peças para o seu veículo ao invés de pontos de experiência – e com isso você as vai inserindo em cada um deles os adequando para estarem de acordo aos pontos de recomendação sugeridos para cada um dos eventos disponíveis.

O começo do jogo é bem morno, mas com o passar do tempo e com a sua evolução dentro dos eventos ele vai se tornando mais desafiante e divertido, mas tenha em mente que a história é meramente ilustrativa e serve somente como base para o desenvolvimento da evolução da competição.

The Crew 2 - Análise / Review

Se você tinha expectativas de algo mais imersivo, perdeu a viagem, infelizmente. Mas no que compete a um game de corrida arcade, The Crew 2 entrega o mínimo necessário para divertir e isso é bastante interessante.

A resolução é 4K, e isso é

O que falar dos gráficos de The Crew 2? Se de um lado tivemos um considerável avanço na modelagem e acabamento dos carros, que vamos ser sinceros, estão lindos, ainda mais quando vemos a interação da lataria com as mudanças climáticas – a água escorrendo pelos barcos é bastante honesta – do outro não podemos fazer o mesmo elogio quando falamos a respeito dos ambientes, as cidades e os pouquíssimos NPCs existentes nas cidades.

Tudo parece que foi criado sem o mesmo cuidado dos veículos. Por diversas vezes enfrentamos problemas na taxa de frames, com o game engasgando mesmo em um Xbox One X.

The Crew 2 - Análise / Review

Outra coisa que fica… Ubi, cadê o HDR? O_o

Atrás do volante, xingando como nunca!

A jogabilidade de The Crew 2 não é um primor e com certeza deixará você um tanto nervoso. O velho sistema de catch up está lá e mesmo que você seja um ás das pistas os corredores controlados pela IA estarão a um pequeno deslize de você, basta uma pequena saída em uma curva e os carros chegam babando na sua traseira como se tivessem turbos infinitos.

Esse truque é velho e na minha humilde opinião é algo extremamente desleal com nós jogadores, pois isso demonstra uma total falta de empenho do time em criar uma inteligência artificial que realmente nos desafie a melhorar sempre.

Outro ponto fica por conta da física empregada em The Crew 2. É lógico que não esperamos aqui as mesmas físicas empregadas em Forza ou Gran Turismo, pois o game é totalmente arcade e se propõem a divertir e não retratar de forma fiel o comportamento de cada um veículos, a maneira como os carros se comportam e também como as colisões são mostradas chega a ser bastante frustrante, uma pena. E agora, para onde vamos?

The Crew 2 - Análise / Review

É um fato que que a Ubisoft não conseguiu atingir os objetivos traçados desde o lançamento da primeira versão de The Crew, lá em 2014, a física ainda continua a ser um problema e a jogabilidade, se compararmos a Forza Horizon é de deixar qualquer desanimado. Mas também sabemos com a empresa sabe lidar com problemas e aprender com seus erros.

Se a Ubisoft for honesta com seu público e realmente escutar as reclamações a respeito da física, jogabilidade e também a imersão que tanto foi alardeada mas não deu as caras a franquia tem um futuro bastante promissor, mas isso passa realmente por ela fazer as mudanças necessárias e investir na melhoria do pacote como um todo.

A verdade é que The Crew 2 poderia ser um concorrente de peso para franquia Horizon, mas assim como seu predecessor, prometeu muito e acabou entregando pouquíssimo. Eu não vou dizer que eu não recomendo o jogo, pois ele trará sim alguma diversão e apesar dos pesares é um competente jogo de corrida, mas uma certeza eu tenho, se for estiver afim de pega-lo, espere aquele promo esperta para compra-lo com um preço camarada!

Nós analisamos The Crew 2 em um Xbox One X com uma cópia gentilmente cedida pela Ubisoft e sua assessoria aqui no Brasil.

The Crew 2 já está disponível na Microsoft Store por R$199,00+

The Crew 2 – Análise / Review