Fifa 2014

Em primeira mão, nossa análise sobre esse grande Jogo

É chegada a hora do ano em que quase todos os Xboxers do Brasil, viciados ou não tanto, anseiam. A atualização anual das principais franquias de esporte, mais especificamente pra nós, futebol. É também a época em que as lojas mais faturam com vendas. Normalmente, temos uma leve atualização, com uma melhoradinha no gráfico, elencos atualizados, uniformes, transferências, etc. Mas será que FIFA 14 é só isso. Não, não. Ainda bem! Mais do que uma mera atualização, FIFA 14 é a maior consolidação das ideias introduzidas na franquia nessa geração. Mais ainda: apesar dos botões continuarem os mesmos, prepare-se pra aprender a jogar de novo.

null

Vamos começar por onde interessa: o que mudou na jogabilidade? Nada. E ao mesmo tempo, tudo. Lembra do botão L2 que você usava só pra driblar beeeeeem eventualmente? E lembra do R2, botão do sprint, que nunca perceberam que, apertado sozinho,sem direção, faz o jogador com a bola protegê-la?  Você vai começar a usá-los com muita frequência, porque o jogo de posse de bola é que faz a diferença. Não adianta começar a tocar a bola desesperadamente, porque seu passe VAI sair errado. Tenha isso em mente: cada passe tem que ser certeiro, com atenção na posição do jogador.

Os botões ganham importância porque proteger a bola é imperativo. Jogue FIFA 14 como jogou FIFA 13 e estará perdido. Do lado negativo, fazer gol de cabeça é incrivelmente fácil, tornando cruzamentos as jogadas mais perigosas. Algo que deve ser consertado em um patch futuro.

A velocidade do jogo está incrivelmente balanceada, com os chutes também obedecendo as leis dos passes: não adianta chutar de qualquer jeito, nada acontece. Mas aquele chute do meio da rua, com o jogador bem equilibrado, tem uma chance bastante real de se tornar gol. Todas essas vantagens aos atacante acontecem também na defesa. É mais fácil marcar, se tomar bastante cuidado e não for com sede ao pote.

Os gráficos, em si, não melhoraram nada em relação ao ano passado.  Mas a física do jogo, que é o que realmente o que importa está MUITO real. As disputas de bola, tanto aéreas quanto no chão, dão a impressão que estamos vendo um jogo de verdade. Os goleiros pecam bastante, mas também deve ser corrigido com patch. Os menus do jogo estão bastante intuitivos, sendo bem mais fácil que no ano passado achar qual a modalidade de jogo que quer jogar, bem como menus de configuração, e outros.

Pra finalizar, uma menção extremamente honrosa aos novos modos carreira e ao multiplayer online. Conseguiram melhorar ainda mais o modo carreira, por adicionar um meio muito subjetivo e ao mesmo tempo bastante realista no que diz respeito à característica do jogador que procura contratar, sendo que voce só dá alguns dados aos seus recrutadores, e eles vão atrás. Quanto melhor o recrutador, melhor a precisão das informações que voce recebe. Muito legal. Além disso, o Ultimate Team continua sensacional e o modo Temporadas cooperativas, pra jogar com um amigo, do mesmo jeito que o modo temporadas normal. Muito bem pensado.

Então é isso. A EA mais uma vez se supera com FIFA 14, tornando mudanças feitas em jogos anteriores realmente efetivas, deixando o jogo ao mesmo tempo mais real, técnico, e com aquela sensação que FIFA nunca teve, que é aquele peso diferente, ao sentir a potencia do seu chute e ver a bola na rede. Geração termina com um vencedor no futebol de videogame, galera. É FIFA 14 sem dúvidas. Imagine a versão do Xbox One!!