Os adiamentos do XBOX tornam o Showcase de Junho muito mais Importante

Isso não é o fim do mundo, mas estamos de olho!

0
487

Pra quem chegou hoje no mundo do XBOX, pode ter uma visão um pouco distorcida do que a Microsoft já foi e passou, até a chegada nos atuais dias, essa que chamamos de ‘perfeito ecossistema‘. Desde seu primeiro console em 2001, a evolução do Xbox passou por fases críticas em todos os aspectos relacionados com o console; problemas de engenharia no console, curta demanda e claro, a falta de jogos num âmbito geral.

Do final da vida do Xbox 360, ao lançamento do Xbox One, os fãs sofreram grandes períodos sem títulos por parte da já extinta Microsoft Studios (hoje Xbox Game Studios), especialmente por ser pequena, com poucos estúdios exclusivos, e tendo que recorrer a terceiros para desenvolver seus jogos.

Após a troca de liderança, com a chegada do Phil Spencer, veio a rearquitetura da empresa, e um novo olhar voltado para nós gamers, os verdadeiros consumidores. O chefão do Xbox não só trouxe uma nova visão para o negócio, mas reestruturou tudo o que precisava ser feito, para que o console pudesse então, no futuro, proporcionar aquilo que era necessário para seu sucesso e sobrevivência.

E foi nos meados de 2019, depois de passar anos construindo seus servidores para receber xCloud e Game Pass como um todo, que a Microsoft organizou a casa, direcionou seus estúdios, e deu sinal verde para construir algo incrível com o Xbox Game Studios. Ou seja, são 3 anos, MUITO tempo né? Mas não necessáriamente pra gente começar a receber seus frutos.

Entendam, futuro é algo que pode ser amanhã, daqui um mês, ou em alguns anos. Estruturar e contemplar objetivos corporativos é sempre complexo, ainda mais num âmbito mundial, onde a disputa pelo mercado precisa ser analisada a cada passo, uma vez que estes caminham largos para um futuro cada vez mais digital.

Phil Spencer não é o melhor, e nem sempre vai proporcionar aquilo que queremos, isso se deve por uma enorme estrutura, onde um homem sozinho não faz verão. Por outro lado, é indiscutível como Phil trouxe para o XBOX, tudo aquilo que era necessário para tornar o console um marco da indústria.

Se engana aquele que desconsidere tudo que a empresa oferece num console tão potente. São centenas de funcionalidades, diversas exclusividades, dezenas de melhorias únicas e as melhores soluções para Gamers. Isso tudo em um só lugar! É difícil conseguir explicar o Game Pass para aquele que não quer entender, para uma pessoa que se resguarda na condição de que, jogo bom é jogo comprado. A ideia aqui é cortar um custo é vital pra empresa, em troca de manter o jogador fidelizado em uma plataforma.

xCloud, EA PLAY, Third Party no Day One, Rewards etc etc etc, são tantas coisas que a gente precisaria criar uma mini-série pra explicar o quanto isso faz valer o XBOX em um geral, mas não estamos aqui pra isso, estamos aqui pra pontuar que todos nós vivemos na expectativa de ter algo maior que o outro.

A Microsoft vem se consagrando a maior empresa de tecnologia do mundo, e embutido nisso o XBOX ganha cada vez mais holofotes, e deixa a crítica cada vez mais preocupada de como equiparar o resto a ele.

De outro lado, temos os grandes fãs, gamers que vivem em função de algo que essa empresa proporciona; seu conteúdo, seus serviços, suas exclusividades, afinal, se eu estou no XBOX, é porque eu admiro ele como um todo, e não só por uma coisa em sí. Há quem diga que apenas o Game Pass vale a pena, eu concordo, mas você tem tudo dentro de uma única caixa.

Criar expectativas é normal, e não é ruim, mas a gente precisa conversar sobre isso, e depois dos recentes adiamentos por parte da Bethesda com Starfield e Redfall, talvez tenhamos que deixar elas mais de lado ainda.

O Xbox Game Studios possui atualmente cerca de 23 estúdios, trabalhando nos seus jogos e conteúdos exclusivos, e mesmo ainda sem contar oficialmente com a Activision / Blizzard, esse é um número incrível para uma empresa que começou a sementar seu futuro a apenas 3 anos.

Não da pra negar que em 3 anos não da pra desenvolver jogo, claro que não, prova disso é Forza Horizon 5, Halo Infinite, Gears Tatics e outros jogos que sairam das mãos do Xbox Game Studios, e chegaram em nossos consoles, sem custo adicional através do Game Pass.

Por outro lado, a galera ama essas franquias, mas está mais que ansiosa com o lançamento de outros títulos que aos poucos vem sendo coroados em notícias e divulgações feitas pela empresa. A gente precisa cobrar isso, precisa ficar no pé da empresa, mas ela está ciente, e tem MUITA coisa pra oferecer.

Ontem mesmo vi comentários onde a galera do PlayStation provocava o pessoal do Xbox, dizendo que os principais jogos lançados pelos estúdios da Microsoft, foram no console da Sony; se referiam com os temporários Deathloop, Ghostwire: Tokyo, e isso é um golpe baixo. Todos sabemos que esses dois jogos foram desenvolvidos antes da compra da Bethesda pela Microsoft, ambos jogos já estavam na sua reta final, e neste caso, serão exclusivos temporários. PODERIAM SER EXCLUSIVOS ETERNOS.

Esse tipo de ácidez da galera não soma em nada, usaram o ‘golpe do vira-lata‘ para desmerecer o XBOX como um todo, tanto como console, quanto estúdio, e sim, eu sei que isso causa raiva, dor, etc, e a gente realmente tem que cobrar da empresa, mas analisem o que já está sendo feito, e o que virá pela frente.

Temos dezenas de jogos que vão chegar, assim que isso acontecer será uma média de 1 exclusivo Xbox Game Studios a cada 3 meses, fora os terceiros que a gente não vai contar. SIM, FUTURO, levará mais tempo, mas irá acontecer, tem que prevalecer a boa índole das pessoas.

Agora, Phil Spencer e o time do Xbox precisam mostrar mais para manter sua base de fãs engajada, e terá uma grande oportunidade de utilizar o super aguardado Showcase de junho para para isso. Não é só o time do Xbox que tem o hábito de falar cedo demais sobre seus jogos – o atraso de Starfield mostra isso – mas do lado da Sony acontece o mesmo. Não estamos aqui pra citar o console do outro lado da rua, mas dizer que GoW Ragnarock era pra sair em 2021, e se quer tem uma data de lançamento.

O Showcase tem a chance de trazer uma porrada de coisas importantes e engajar a base de fãs, como anunciar novas parcerias para o Game Pass, trazer novos jogos terceiros no Day One (como é o caso de Sniper Elite 5), além de promover seus lançamentos exclusivos que ninguém está atento. Hellblade 2, Avowed, Fable, Forza Motorsport são alguns do que podem tornar esse dia mais feliz.

Não defendemos as empresas mostrarem as coisas muito cedo – dê às equipes de desenvolvimento o tempo necessário – mas, chega a um certo estágio em que você precisa ver algumas imagens sólidas para ter fé de que esses projetos estão avançando conforme o esperado. Vimos relatos negativos em torno de The Initiative e sua reinicialização Perfect Dark, juntamente com histórias semelhantes sobre Everwild da Rare, e esperamos que isso não aconteça em outro lugar no Xbox Game Studios.

Tudo isso pode soar um pouco sombrio, mas com toda a honestidade, a situação está longe disso. A próxima lista do Xbox parece fantástica, e o grande número de estúdios com projetos não anunciados é muito, muito empolgante. Isso sem mencionar o Xbox Game Pass, que se fortalece a cada mês. No entanto, precisamos realmente ver alguns jogos first party em atividade, porque depois de tanto tempo, é difícil ficar empolgado com uma tela de título ou um trailer em CG.

São por essas e outras que o Showcase de junho será mais importante para o Xbox do que nunca. Estamos empolgados com o que a empresa poderá mostrar, porém desconfiamos que nem todos vão gostar, especialmente no que diz respeito a 2022. Não há basicamente nada do Xbox Game Studios com uma data confirmada este ano, e não podemos deixar de ficar um pouco preocupados com isso.

Microsoft, nós estamos aqui pra vocês, mas esperamos que vocês nos recompensem no Xbox & Bethesda Games Showcase do próximo mês.



Se você comprar algum produto ou serviço de algum link dentro do nosso site, a Central Xbox pode ganhar uma comissão. A Central Xbox é um parceiro da Amazon, Rakuten e de outras afiliadas.


Seja membro VIP da Central Xbox no YouTube e tenha acesso a conteúdos exclusivos, além de seguir no Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro de todas as novidades sobre Xbox.

Vale lembrar que você pode assinar o Xbox Game Pass Ultimate por apenas R$5. Clique aqui e assine! *Válido apenas para novos assinantes.

Xbox Game Pass Ultimate é o serviço por assinatura que une Xbox Live Gold que ter permite jogar online, bater papo com amigos, resgatar os jogos do Games with Gold, ter descontos exclusivos além de muitas outras vantagens, com o Game Pass que é a biblioteca de jogos por assinatura, onde você terá disponível uma grande quantidade títulos atualizados todos os meses, incluíndo todos os exclusivos do Xbox no lançamento. Além disso assinantes Ultimate tem acesso ao XCLOUD que te permite jogar uma enorme lista de jogos através de um Tablet, Smartphone, Navegador ou Aplicativo para Windows 10 e ao catálogo da EA PLAY, com mais de 70 jogos da Eletronic Arts.