Pega essa Análise! Hitchhiker – A Mystery Game

0
176

Hora da carona!

Hitchhiker – A Mystery Game, desenvolvido pela Mad About Pandas é uma aventura diferente. É uma experiência narrativa que leva o jogador a pensar em algumas situações pessoais profundas enquanto troca informações com vários personagens enigmáticos enquanto pega carona. Uma viagem bem interessante por algumas estradas cheias de opções e escolhas surpreendentes.

Hitchhiker - A Mystery GameHistória

Nosso personagem é um cara sem memória. Sem saber exatamente quem somos, o que está acontecendo e para onde estamos indo, viajamos de carona em busca da única coisa que realmente temos consciência no momento: Uma garota muito próxima está desaparecida. A partir dessa informação, nosso objetivo é interagir com algumas pessoas que nos levam uma jornada em busca de informações.

Entender o que aconteceu com a garota é apenas uma parte do processo uma vez que, para chegarmos a esse objetivo, termos que compreender o que acontece com nosso próprio personagem e como cada uma de nossas escolhas e experiências sobre nós mesmos pode ajudar a solucionar o mistério.

Jogabilidade

Hitchhiker – A Mystery Game é um game de narrativa e basicamente o jogo inteiro se passa dentro do carro de alguém que estranhamente sabe muito sobre nosso personagem. Pense em você pegando uma carona com um estranho que parece ter informações sobre você e que pode, ao longo do trajeto, influenciar seu pensamento sobre sua própria realidade e você vai entender a experiência que o jogo propõe.

Hitchhiker - A Mystery GameO jogo é dividido em cinco capítulos (caronas) que se complementam. Em cada carona, o jogador vai obtendo informações através de diálogos, escolhas e interações com objetos diferentes dentro dos carros. Os comandos são bem simples e os motoristas vão guiando a conversa e te dando opções e algumas dicas. No geral o jogo é bem linear e suas opções, apesar de variadas, não te permitem realmente ter o domínio do que vai acontecer.

É um passeio, onde você, no banco do carona, atravessa estradas olhando pela janela do carro e dialogando com o motorista de cada capítulo, tentando entender quem são eles, para onde estão indo e o que você pode fazer para extrair deles informações que te levem ao paradeiro da misteriosa garota desaparecida.

Sem muita dificuldade ou preocupações, finalizamos o jogo em um pouco mais de 2 horas de duração e, apesar de ter uma proposta bem diferente dos tradicionais games que focam na narrativa como Life is Strange, o jogo prende a atenção do jogador por sair nos fazer sair da realidade e nos levar a uma experiência surreal onde a própria consciência da realidade do nosso personagem é colocada de lado. Muito mais do que a história em si, o jogo proporciona um aspecto estranhamente casual e imersivo, onde a busca pela garota passa a ser uma boa desculpa para um propósito muito maior que não vou contar aqui para não acabar estragando a experiência de vocês.

Gráfico e Som

Hitchhiker – A Mystery Game definitivamente não se destaca por nenhum desses fatores, os gráficos são coloridos e cartunizados, as animações são relativamente boas dentro do escopo do game. A ambientação é pouco variada uma vez que passamos 80% do jogo dentro de um carro e o que se apresenta são paisagens com alguns complementos aqui e ali como árvores e pássaros.

Nada muda muito mas existem alguns locais como uma lanchonete que proporciona alguns efeitos interessantes. Apesar disso, o jogo fez um competente trabalho na imersão do jogador. É possível realmente sentir um passeio agradável e cheio de boas surpresas.

Hitchhiker - A Mystery GameAlguns poucos problemas chegam a incomodar os jogadores mais exigentes e atentos como alguns objetos que simplesmente flutuam quando usamos um telefone celular, por exemplo. O personagem não segura o objeto, não existe a animação de pegar o celular ele flutua na nossa orelha. Não tive problema com bugs e finalizei o jogo em uma única jogada, mas uma coisa que me incomodou um pouco foi o capítulo final que é bem mais curto que os demais e me deu a sensação de que tudo tinha que acabar logo.

A ambientação também muda drasticamente aqui, saímos de tradicionais paisagens americanas para uma espécie de viagem hi-tech com direito a um fone ultra futurista que sai da orelha e forma um óculos de realidade virtual. Esse contraste “do nada” ficou estranho, mas não chega a atrapalhar a experiência geral do jogador.

Conclusão

Hitchhiker – A Mystery Game tem um conceito simples, diálogos longos e uma jogabilidade casual. Isso pode afastar alguns jogadores que procuram uma experiência narrativa com mais ação, porém a história intrigante, a imersão e a experiência em si, pode atrair aquele tipo de jogador que se preocupa mais com uma experiência narrativa envolvente e menos com tiros e troca de tapas. Pra melhorar não se preocupe, o game conta com legendas em português!

Pontos Positivos
  • História;
  • Imersão;
  • Jogabilidade;
  • Legendas em PT-BR
Pontos Negativos
  • Animação com interação de objetos;
  • Relativamente curto.

Hitchhiker – A Mystery Game foi lançado para a plataforma Xbox em 15 de abril de 2021 e está disponível na Microsoft Store por R$74,95.

Você pode nos seguir no YouTube, Twitter, Instagram ou Facebook para ficar por dentro das novidades mais recentes da família Xbox. Se quiser, pode ver outras análises feitas pelo nosso time clicando aqui.