Pega essa Análise! Madden NFL 20

TOUCHDOWNNNNNNN!!!

Desenvolvido pela EA Tiburon e publicado pela EA SportsMadden NFL 20 nos traz gráficos bonitos, uma gameplay bem dinâmica e um novo modo carreira bem interessante e divertido. O nosso time fez uma análise digna do SuperBowl e resultado dessa experiência você confere agora. Pega essa Análise! Madden NFL 20

Face of the Franchise: QB1 

Esse é um modo que nós fãs de NFL queríamos no game, poder criar seu próprio jogador e trilhar o caminho dele até a glória de um SuperBowl.

Parece que o modo jornada do FIFA e o Longshot do próprio NFL serviram como experiencia para tentar fazer algo bem interessante e atrair os jogadores e fãs do esporte.

Nesse modo temos até algumas referências bem sutis ao que vimos no Longshot nos últimos dos jogos da franquia.

O jogo ainda te oferece uma liberdade de criação bem maior, onde você pode mudar cada detalhe do seu jogador e tentar deixar ele próximo do seu rosto ou de alguma outra pessoa que você tem em mente.

Vamos chama-ló de modo carreira para ficar mais simples, ele te coloca bem imerso no padrão de um jogador em busca do seu sonho, onde temos várias cutscenes com diálogos sobre a vida ou até mesmo as partidas.

Logo no começo do modo você tem oportunidade de escolher por qual time do College quer atuar, o jogador está na pele de um Quarterback que ficou por 4 anos no banco e ele acaba ganhando uma vaga de titular justamente na semifinal do Campeonato Nacional, seu grande desafio é ser campeão para tentar atrair holofotes dos times da NFL.

Logo em seguida eles te levam para o Combine que é uma espécie de treino competitivo onde os jogadores realizam vários testes de velocidade, passe, salto para tentar conseguir bons números em busca de impressionar os olheiros.

Basicamente para você conseguir uma boa posição no Draft é necessário realizar um Combine praticamente perfeito, eu para saber se tinha algum impacto real em sua posição no Draft realizar um Combine bom ou ruim acabei fazendo os desafios bem na média para ver o que ia acontecer, isso acabou fazendo eu ser draftado apenas na quarta rodada, o que seria diferente se eu tivesse completado os desafios com mais precisão.

Agora vamos parar de contar do modo carreira pra não estragar as surpresas, vamos falar um pouco das relações que acontecem fora de campo.

O jogo tem um sistema de mensagens de texto onde várias pessoas entram em contato com seu player como o treinador, fãs, amigos e até outros jogadores para fazer alguma sugestão, elogio ou até mesmo uma crítica.

Sua resposta influencia diretamente em sua moral, personalidade e até mesmo em suas habilidades, em muitas respostas te concedem XP para conseguir evoluir seu personagem.

A evolução do personagem acontece também devido aos objetivos cumpridos nas partidas ou na temporada, aqui você também tem oportunidade de utilizar o X Factor e manobrar ele da maneira mais interessante para seu estilo de jogo.

A grande trama do jogo gira em torno de você se tornar um grande jogador da NFL e conquistar títulos.

Franchise

Ele segue a linha do modo que já era popular em edições anteriores, onde você tem que escolher se quer ser um jogador ou um manda-chuva de um time da NFL.

Os seus objetivos variam de acordo com sua escolha, se você quiser ser o cartola de um time seu desafio não é apenas jogar e levar os times a vitória, também tem que cuidar da parte administrativa podendo até mudar o time de cidade a até mesmo uniforme e nome, coisa que vemos sempre na NFL.

Já como jogador é basicamente o que você poderia fazer no modo QB1 onde seu objetivo é tentar ser um grande astro ad NFL, a diferença que pode jogador em outra posições.

Esse modo vem com algumas novidades bem pontuais mas poucas diferenças para o que já estamos acostumados, mas de um modo geral ele te coloca bem em uma experiência de comandar um time da NFL, principalmente quando você está como Owner.

Jogabilidade

Esse sempre foi um dos pontos fortes do game por tentar seguir o mais fiel possível uma partida da NFL, mesmo que isso seja uma tarefa bem complicada.

O jogo te oferece uma liberdade para escolher se você quer algo mais arcade ou mais próximo de um simulador, tudo vai depender de quem está segurando o controle, jogadores mais experientes vão optar por algo mais desafiador, já pessoas ”calouras” vão buscar algo mais tranquilo para entender como tudo funciona.

Uma coisa que ficou mais real mas ao mesmo tempo atrapalha demais o jogo é a marcação de faltas, acontece de uma maneira bem exagerada o famoso ”face mask” que é quando você puxa algum oponente pela grade do capacete, que segundo a regra é uma falta.

O grande problema é que isso acontece com uma proporção bem grande, e em jogos da NFL isso acontece mas não da mesma maneira, teve oportunidades de meu QB sofrer com ”face mask” 5 vezes na mesma partida, as vezes em jogos reais é difícil isso acontecer uma dirá 5 com o mesmo jogador.

Lógico que isso é legal porque fica mais parecido com as partidas reais mas tem que haver um equilíbrio pra não ficar apenas um tanto de falta marcada gratuitamente.

É muito legal você ver como eles transmitem os movimentos reais dos jogadores e faz você acreditar, é difícil você ver um lance e falar NUNCA que o Julio Jones pegaria uma bola dessa dificuldade… desde quando o Todd Gurley conseguiria uma corrida dessas quebrando tackles… ou que o Tom Brady nunca acertaria um passe desses.

Você vê que as jogados feitas são baseadas na capacidade real do jogador, se o cara tem a capacidade de fazer uma super jogada ele fará, se ele não tem dificilmente ele vai realizar um feito tão interessante.

O game agora tem uma funcionalidade bem interessante, ela é chamada de SuperStar X Factor que seria meio que habilidades especiais dos grandes jogadores, em dados momentos do jogo eles ativam esse modo que vai ocasionar uma vantagem para eles dependendo de sua posição.

Para ficar mais simples, por exemplo se um Quarterback ativa essa habilidade ele pode ganhar mais em precisão nos passes longos, já um Wild Receiver pode ganhar mais agilidade para pegar uma bola complicada tendo uma marcação mano a mano.

As habilidades vão variando de acordo com a posição do jogador e conforme você vai cumprindo alguns objetivos durante as partidas para ativá-la.

Gráficos e Som

A parte gráfica do game segue a linha de sempre, tudo com muita qualidade e bem próximo do real, é interessante ver que eles valorizam capturar as faces dos jogadores e outras coisas como tatuagens.

Porque eles poderiam meio que deixar pra lá já que todo mundo tá de capacete ou até mesmo com bandagens nos braços e falar a vamos meter umas faces meio genéricas aqui porque ninguém vai perceber, mas é realmente o contrário, você consegue perceber que são os jogadores reais.

Tudo que gira em torno do estádio é muito bem retratado como o gramado, a atmosfera ou até mesmo elementos únicos de cada estádio como por exemplo o navio pirata do Tampa Bay Buccaneers.

A única coisa que me deixa chateado é que eles continuam cometendo os mesmos erros com as animações, em vários momentos quando uma jogada é finalizada ou coisa do tipo começa acontecer um festival de jogador atravessando o outro que tá no chão.

Como é um esporte de muito contato entre muitos jogadores eles teriam que avaliar melhor uma maneira de fugir desses contatos invisíveis, porque fica meio estranho o cara tá la no chão e do nada chega um passando por cima dele e atravessando como se não fosse nada.

Eles tem que tomar um pouco de cuidado com as câmeras também, em alguns momentos no replay a tomada da câmera não mostra nada do lance, principalmente em lançamentos muito jogos, você só vê o estádio e depois a bola na mão do recebedor, isso é uma coisa bem simples que é só mudar um pouco a angulação.

A parte sonora do game já começa boa desde o menu, principalmente se você é um fã de hip-hop já vai querer mandar até uns ”dance moves” padrão Odell Beckham Jr., segundo os produtores as músicas foram exclusivamente criadas para atmosfera de um game da NFL.

O som dentro de campo é muito legal, você consegue sentir que está praticamente dentro do estádio com toda aquela gritaria da torcida, sem falar na comunicação dos jogadores que está espetacular.

É super legal ver esse cuidado quando eles mostram os jogadores ”cantando” qual será a próxima jogada do playbook ou até mesmo fazendo uma zueira com o adversário após dar um tackle nele.

Madden NFL 20
Madden NFL 20

Multiplayer

Aqui vemos as partidas rápidas clássicas onde podemos enfrentar os amigos ou outras pessoas espalhadas pelo mundo no online.

Mas quando falamos de multiplayer o grande nome ficar por conta do Ultimate Team, que conta com uma enormidade de desafios e uma aba até focada para o competitivo do game que é muito forte.

O UT te proporciona uma enormidade de desafios com variadas recompensar, voce pode desde a enfrentar a máquina para conseguir apenas um determinado número de jardas, ganhar uma partida ou até mesmo enfrentar outros jogadores.

O grande objetivo fica por conta de conseguir completar o máximo de desafios para conseguindo recompensas para melhorar seu time e também adquirindo moedas para trocar por pacotes de treinamento de jogadores e etc.

O que vem sempre como ponto fraco no UT é o fato dos pacotes custarem muito caro para serem comprados com moedas do jogo, mesmo porque você não é tao bem recompensado por cumprir esses objetivos.

Se você é um jogador fervoroso é bom aproveitar e jogar ao máximo porque daqui a pouco começa os cenários competitivos e geralmente é necessário ter um time bem qualificado, porque ninguém quer disputar campeonato valendo dinheiro com jogador de overall 60.

O modo continua divertido e bem parecido com que já vemos em FIFA, então é bem simples de entender, as diferenças ficam pelo fato de futebol americano ser um pouco mais completo então exige um pouco mais de estratégia.

Conclusão

Madden NFL 20 chega pra variar com muita qualidade, o game comete poucos erros e tem sua força maior pela sua jogabilidade bem dinâmica e um Ultimate Team bem divertido, ele ainda tem gráficos e uma atmosfera de cair o queixo e como cereja do bolo ainda temos o novo modo carreira QB1 que é muito interessante.

Pontos Positivos

  • Modo carreira – QB1;
  • Atmosfera de uma partida real da NFL;
  • Jogabilidade dinâmica;
  • SuperStar X Factor.

Pontos Negativos

  • Alguns bugs de animação;
  • Pacotes do UT bem caros.

Madden NFL 20 já está disponível na Microsoft Store por R$ 239,00.

Madden NFL 20