Microsoft planeja TODO o catálogo do Xbox One no xCloud

E isso é ótimo!

Em um artigo no site Xbox Wire, Kareem Choudhry (vice presidente do programa de jogos em nuvem da Microsoft), deu novos detalhes em relação ao programa xCloud, da Microsoft, que irá fornecer jogos via streaming em qualquer dispositivo, sem precisar de um Xbox One. Veja abaixo o que ela disse:

O propósito atrás do Project xCloud é permitir que você jogue ótimos jogos em qualquer lugar, a qualquer hora. Desde o início, nosso objetivo foi a compatibilidade perfeita. Queremos tornar o mais fácil possível para os desenvolvedores disponibilizarem seus jogos para todos os jogadores com suporte para jogos existentes, aqueles atualmente em desenvolvimento e jogos futuros.” Disse ela, dando a entender que eles querem que todos os jogos do Xbox estejam disponíveis no serviço.

O poder do Project xCloud vem dos datacenters do Azure espalhados pelo mundo, com hardware que compartilha um conjunto comum de componentes com nossos consoles do Xbox. Já implantamos nossos blades personalizados do Project xCloud em datacenters em 13 regiões do Azure, com ênfase inicial na proximidade dos principais centros de desenvolvimento de jogos da América do Norte, Ásia e Europa. As principais equipes de desenvolvimento global, como a Capcom e a Paradox Interactive, agora têm a capacidade de testar seus jogos com facilidade diretamente do Project xCloud sem ter que migrar para uma nova plataforma. Este é apenas o começo da nossa construção, com o nosso objetivo final de apoiar os jogadores nas regiões do Azure em todo o mundo.” Disse, dando a entender que eles estão focando principalmente nos continentes em que mais se produzem jogos, mas não precisamos se preocupar, como eles disseram, eles pretendem colocar datacenters em todo o mundo.

Hoje você pode jogar três gerações de jogos incríveis no Xbox One. Isso significa que o Project xCloud tem capacidade técnica para transmitir mais de 3.500 jogos, sem nenhuma alteração ou modificação exigida por um desenvolvedor. Em outras palavras, os desenvolvedores poderão dimensionar seus jogos existentes em vários dispositivos, sem nenhum desenvolvimento adicional, sem manutenção de código adicional e sem atualizações separadas. Quando um desenvolvedor atualiza a versão Xbox One do título, essas atualizações também se aplicam a todas as versões disponíveis no Project xCloud sem qualquer trabalho adicional.” Dando a entender que até os jogos retrocompatibilidade estarão prontos para o serviço de streaming.

Existem atualmente mais de 1.900 jogos em desenvolvimento para o Xbox One, todos os quais podem ser executados no Project xCloud. Os desenvolvedores que criam esses jogos continuam trabalhando normalmente – construindo com as ferramentas que possuem – enquanto fazemos o trabalho para tornar seus jogos acessíveis ao maior número possível de jogadores.

Também adicionamos recentemente melhorias ao nosso Xbox Developer Kit (XDK) padrão para adicionar suporte a streaming. Uma API com a qual estamos empolgados é a nova API ‘IsStreaming’, que permite que qualquer jogo saiba se está transmitindo da nuvem. Os jogos podem então destacar recursos e funcionalidades para melhorar a experiência de streaming; por exemplo, ajustando tamanhos de fonte para monitores menores ou hospedando partidas com vários participantes em um único servidor para reduzir a latência. Continuaremos buscando maneiras de capacitar os desenvolvedores para personalizar seus jogos de acordo com as maneiras que os clientes deles usam.

O Project xCloud é uma jornada emocionante em que todos nós estamos juntos. Não podemos esperar para convidar a comunidade para fornecer feedback, nos ajudar a moldá-lo e participar do desenvolvimento de uma forma muito aberta e transparente. Fique ligado…” Conclui ela.

Podemos esperar que o xCloud ainda cheque nessa geração, e não na próxima. Também podemos esperar que todos o jogos, já lançados ou não, poderão ser jogados no serviço de streaming da Microsoft. Podemos esperar mais detalhes do serviço e até mesmo da próxima geração na E3 desse ano, que acontecerá em junho.

Também foi confirmado que testes públicos do xCloud ainda ocorrerão nesse ano.