Phil Spencer fala sobre a aposta da Microsoft nos "first-party"

Em entrevista ao Gamespot, Phil Spencer, falou sobre a aposta em games first-party para o Xbox One.

“Eu conduzi uma first-party antes de ser o chefe da Xbox e quando cheguei a este trabalho pensei que havia muitas pessoas que esperavam que me centrasse nas first-party. A minha visão é que existem companhias melhores que nós em termos de estúdios internos, como a Nintendo, que tem um catálogo muito forte de PIs e muitas personagens com as quais podem jogar,” disse Spencer. “Isso permite-lhes fazer um grande trabalho em criar coisas que interessam às pessoas.”

“Estamos a tomar a decisão consciente de nos focarmos em jogos first-party”, disse o tio Phil.

Phil também comentou sobre a estratégia da concorrente Sony em apostar nos exclusivos third-party:

“Eles não estão a monopolizar acordos. Eles estão a comprá-los. Eu leio as mesmas coisas que vocês e sei que há pessoas que pensam que ter um exclusivo com uma third-party é mais barato se tiveres uma fatia de mercado maior. Mas posso garantir-vos que não tem nada a ver com isso. Quando chegas a um acordo com uma third-party, esta tem a sua própria visão do mercado global e do valor dele. E elas vão pensar nos seus materiais e do quão valiosos eles são para elas. É o que faz toda a gente quando estão a vender os seus bens. É apenas uma decisão. Pela natureza disto, sei que criares os teus próprios exclusivos internos é mais difícil do que fazer acordos com terceiros”.

“Mas também posso apontar que a Sony tem algumas grandes franquias first-party. Sou um grande fã de Uncharted e penso que esteve excelente na E3. Admiro muito a Naughty Dog e admiro também a equipa da Polyphony.” – disse Phil